Pitacos

Cotidiano

Uma conversa triste com final idiota sobre o amor

– Eu te amo.

– Eu te amo também.
– Mas você me ama mesmo?
– Claro, que pergunta é essa?
– É que eu te amo e quero saber se você me ama.
– Eu já respondi – amo – mas por que isso agora?
– Tá vendo? Você não me ama…
– Como assim? Essas coisas a gente sente, não precisa falar toda hora.
– Exatamente. A gente fala quando sente, bota para fora, e você nunca diz que me ama.
– Claro que digo.
– Você só diz depois que eu já falei. “Eu te amo ‘também’”. Nunca parte de você.
– Isso é bobagem.
– Bobagem é ser amado “também”. Eu quero ser amado e ponto.
– Agora estou me sentindo pressionado.
– Eu sabia. Você não me ama.
– Quem disse?
– O fato de você não dizer já diz tudo.
– Você é louco, a gente sente quando alguém ama. 
– Então, eu não sinto que você me ama
– Tá, não amo.
– Eu sabia.
– O que?
– Que você não me amava.
– E não fez nada?
– Pensei que você fosse dizer. E o que fazemos agora?
– Não sei, terminamos?
– Acho que sim.
– Tudo bem?
– Tudo, quer um cigarro?
– Quero.
(pausa)
– Tó. Mas assim… Você tem certeza mesmo que não me ama?
– …
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.