Trans em Debate

Trans em debate: Homem que fica com travesti é gay?

Embora sejam abordadas por homens de todas as idades, classes sociais, belezas e níveis culturais, as travestis e transexuais enfrentam inúmeras pelejas em seus relacionamentos amorosos. Enquanto a massa masculina se sente fascinada (veladamente, diga-se) por suas figuras, pouquíssimos homens aceitam assumir de fato um romance. Preferem o anonimato, as traições, o tradicional momento escondidinho…
Muitos t-lovers [homens amantes de trans] temem sobretudo serem encarados como homossexuais ou sofrerem preconceito – fruto do machismo e homofobia- por tabela. Para os que se envolvem, há os que se tornam cafetões, há os que vivem à custa da parceira e há quem não as dê nada em troca (nem dinheiro, nem respeito), como ir para cama fosse um favor para satisfazerem-lhes o “vício”. 
Antes de cometer suicídio em 2005, a musa Camilla de Castro (foto) – que fez sucesso no Superpop com o quadro Camila quer Casar – escreveu um depoimento, em que dizia sofrer por ser desejada entre quatro paredes, mas nunca em público. “Disseram que não existe amor para travestis e que os homens nos viam como privadas humanas, onde descarregavam seus desejos mais “loucos” sem sequer olhar para trás”.
Camila morreu sem vivenciar o amor. 
Dentre várias razões, esta triste realidade – que está se transformando e tendo casos exemplares nos últimos anos – deve-se pela falta de esclarecimento e por conta de nossa gramática sexual, pobre, binária e sexista. Afinal, travestis e transexuais transcendem a lógica arcaica de “sexo biológico-gênero-sexualidade”, o que é ser homem, ser mulher, gay e hétero, logo são uma incógnita. Para os seus parceiros, as dúvidas se multiplicam e o que prevalece é o machismo.
A questão que mais faz parte das dúvidas dos nossos leitores é: “Homens que ficam com travestis são gays?”. E aí, meninas?
Fernanda Vermant

“Eu me atraio e me sinto feliz com homens héteros, porém namoro um modelo que gosta de travesti. É o que tem  para mim nesse Brasil e não vou dispensar… Penso que homens que gostam de travestis são gays, porque gostam na verdade do pênis delas. Mas, por outro lado, acredito que sejam héteros os homens que aceitam a sua amada e a observam como uma verdadeira mulher, sendo operada ou não. Há ainda um estudo que visa pesquisar o comportamento sexual e que encara os homens que gostam de trans como uma nova orientação sexual. É difícil definir o relacionamento das trans, porque muitas nós não nos aceitamos – o corpo, a identidade, a referência trans – logo ninguém nos aceitará…. Nos dias atuais, homens héteros ou gays enrustidos só saem com travestis para fantasias ou alívio para o seu homossexualismo [sic] reprimido. Os amigos do meu namorado, por exemplo, inclusive os gays, não apoiam o nosso relacionamento. Mas, acima de qualquer reprovação e medos, o mais importante é ser feliz, né gente? Love, Fernanda”
“Homens que se relacionam com travestis não são gays, são héteros. Digo isso porque a imagem que temos é feminina e o gay não se interessa por uma imagem feminina. O gay gosta é de outro homem, com corpo, trejeitos e maneira de ser masculina – o que obviamente não é o meu caso. Muitos homens se sentem atraídos por nós por conta da nossa feminilidade e mistério, querem saber como é, como funciona… Já fui casada com homens héteros, lindos, que respeitaram a minha identidade. Outros não foram tão legais, mas esses a gente deleta. Para aqueles que preferem ser passivos, não há nenhum problema, pois isso não faz dele gay. É sabido e comprovado que a próstata é um lugar que, se massageado, penetrado, proporciona um grande prazer. É por isso que muitos homens, casados com mulheres, saem com travestis: para ter mais esta forma de prazer em sua vida sexual. Hoje, consciente dessa realidade, muitas mulheres fazem inversão de papeis e penetram seus maridos. Nós – travesti, transexuais e mulheres – devemos parar de nos assustar com a questão da passividade, afinal a grande maioria dos homens adoram explorar todos os prazeres do corpo, sem neuras ou tabus, Que vivemos felizes, sem rótulos, sem culpas!”
.


Kimberly Luciana

“Tive apenas dois grandes amores na minha vida. No primeiro, tinha 17 anos, namorei durante um ano e fui casada durante nove. Ele nunca foi passivo comigo, mas não apoiava a possibilidade de um dia eu mudar de sexo. Fui feliz ao seu lado por cinco anos, os outros continuei porque fiz o que qualquer casal hétero faz: levei em conta que era dependente financeiramente, que ele não me agredia e que era trabalhador. 

No meu ponto de vista, ele é heterossexual, pois sempre me viu como uma grande mulher e, tempos depois, se casou com uma mulher biológica. Não acho que ter ou não um pênis seja fundamental para um envolvimento amoroso, 

O segundo relacionamento me deixou cicatrizes na alma. Nos conhecemos pelo Orkut e, após nos vermos pessoalmente, me apresentou para a família e amigos. O problema é que, com o tempo, descobri que ele era uma pessoa doente por sexo. Ele me proibia de ter uma vida social e queria vivesse absolutamente para ele. Abri mão do relacionamento. Não poderia viver apenas de sexo e amor.

Sou assumidamente travesti e, se existir de fato amor para uma trans, acredito que ele quebre qualquer barreira. O problema é que, da minha experiência e observação, posso concluir que a maioria dos homens que nos amam de fato são problemáticos, emocionalmente inseguros, tímidos, compulsivos sexuais, com baixa-estima, bandidos, policias e pobres. Se ele quiser um namoro às escondidas, não aceito, mesmo que ele seja um boy magia (risos). Isso é preconceito internalizado.”  

Luiza Gaúcha

“O homem pensa que, para não ser julgado ou discriminado, deve fazer o perfil de machão, jogador de futebol, o pegador de gatinhas. Mas os desejos sexuais e afetividades não deveriam ser julgados ou criticados por ninguém. Afinal, a observação sobre ela vai se modificando com o tempo. Na antiguidade, por exemplo, o ato de um homem deitar com outro era status de poder, pois para eles a mulher era um ser frio. Hoje, ele ganha apelido de viadinho, mariquinha, caso o faça. Além disso, nós trans representamos uma nova realidade.

Nossos desejos sexuais, afetivos e nossas identidades estão em constantes transformações. Assim como a transexual não decide “virar mulher” da noite para o dia, o desejo de um homem por um homem, o desejo de uma mulher por uma mulher e o desejo de um homem por uma travesti ou transexual também não acontecem da noite para o dia. Estamos sempre em busca de oportunidades, descobertas. E o sexo é apenas mais uma fantasia do nosso teatro, não deveria ser omitido.

Penso que o pênis seja apenas um detalhe que a transexual não operada tem a mais que uma mulher e tudo vai depender do desejo do seu parceiro. Para uns não faz diferença, para outros é o que te destaca em relações a outras. É muito relativo e se chama desejo. Não os classificam como gays ou héteros.

Vivo um caso amoroso a cada dia, mas não sou do tipo superficial. Gosto de me entregar de corpo e alma quando estou com alguém, nossos momentos são únicos e bem aproveitados. Acabo escutando um pouco de tudo dos homens. Muitos eu acredito que agrado, outros sou vista como um mero objeto. De certa forma, todos nós acabamos sendo objeto ou um fantoche, já que estamos sempre sendo manipuladas e também manipulando. Mas ainda sou sonhadora e não deixaria de viver um grande amor por nada”.

Alê Oliveira

“Antes de mais nada, adianto que não me interesso por homens. Mas penso que homens que ficam com travestis ou transexuais não são gays. O motivo é simples: elas se identificam com o feminino – veja que estou falando em GÊNERO, que nada tem relação com SEXO BIOLÓGICO. E um homem gay geralmente está a procura da imagem masculina (o gênero masculino), coisa que uma travesti não tem.

No relato de muitas amigas, elas dizem que muitos ficantes nem tocam no pênis, mas também há casos em que eles querem utilizar o seu “atributo a mais”, o que mostra que varia de pessoa para pessoa e que não dá para rotular esse ou aquele de gay só porque ele é ativo ou passivo.

Quando eu era um menino, já namorei uma travesti e isso não me fazia sentir gay. Sempre gostei de me relacionar com mulheres, figuras femininas. Portanto, para mim, falar que um homem que se relaciona com uma travesti é gay é o mesmo que anular a identidade de gênero da travesti, é chama-la de homem. E muitas travestis conseguem ser muito mais femininas que mulheres biológicas, mesmo com esse algo a mais. O pênis é só um detalhe na vida prática. 

No meu casamento, minha mulher costuma dizer que não me vê como homem ou mulher, embora me trate no feminino. Ela simplesmente vê a pessoa que ama. É por isso que penso que no fundo, a definição não é o mais importante”.


Lirous

“Sou bissexual e isso é desde sempre, pois o que me move a gostar de uma pessoa é o que está por dentro dela e não a sua aparência física e sexo, que para mim sempre foi consequência. Sempre tive relações duradouras e que sou comprometida desde sempre. Hoje, sou casada pela segunda vez no cartório, tenho o consentimento de ambas as famílias
Nunca tive relacionamento as escondidas, pois não aceito esse tipo de situação. Se a pessoa não se sente segura, que vá buscar segurança em outro lugar. O que muito me preocupa é no discurso de muitos homens machistas que afirmam que não teriam interesse em namorar uma trans pelo fato de ela não gerar filho. Mas eu pergunto: “E se a mulher fosse estéril?”.
 Mas também existem muitos homens esclarecidos e os mais novos, de 18 e 19 anos, que já são mais decididos e mais corajosos.  
O órgão sexual é um tabu muito desejado, pois o homem que procura uma trans tem o interesse principal em torno dele. O fato de ser ou não passivo não vai mudar a condição dele, que naquele momento é de homossexual. E o fato  de um homem ter uma relação homossexual não faz dele um gay, pois as identidades de gênero não correspondem nunca com o sexo, pois existem gays que se relacionam com pessoas do sexo oposto.
Ser gay vai além de se relacionar sexualmente com pessoa do mesmo sexo. Sou contra o termo de serheterossexual, pois é uma condição e você pode simplesmente “estar hétero” ou “estar homo”. O estar é o momento em que você está vivendo ou se relacionando com outra pessoa, seja ela do mesmo sexo ou não.  Na área da saúde trabalhamos muito com um público denominado HsH, que são homens que fazem sexo com outros homens, mas não são considerados gays.
Mas, para que não me aprofundas muito nesse estudo, sugiro que assista ao vídeo chamado “homossexualidade e ponto final”. 




Próximos argumentos nos próximos dias… Aguardem…

Anúncios

73 comentários

  1. Eu fico indignada com a falta de informação e “inteligência” nestes primeiros comentários, me desculpe mas é a minha opinião…

    Eu sou Trans a 16 anos, iniciei minha transformação com 12 anos. E eu aprendi as separar as diferenças Transgêneras(Travesti, Transex e Transsexual), assim como (Hetero, Bissexual e Homossexual).
    E a resposta certa e adequada para a questão exposta é simples, “Homens que se relaciona com uma Travesti e Transex são Bissexual. Seja ele cliente, namorado, marido, ficante ou curioso. Homens Hetero poderia se interessar apenas por uma Transsexual, com seu ciclo inteiramente completo, “operada”, mulher por completo, e não por uma Travesti ou Transex.
    Infelizmente muitas Transgêneras(os), não se conhecem e sabem o seu papel dentro da sua opção sexual e orientação sexual, assim como dos parceiros que buscam se relacionar.
    A maioria das Travestis, Transex e até Gays desejam estar com Homens Hetero, e isso é uma grande fantasia e ilusão sexual.
    Minha orientação sexual é Transex (Transgênero), e minha opção sexual é Homossexual. Não posso ter uma opção sexual Bi ou Hetero por que não gosto de uma Mulher sexualmente, ou estou no termo Bi por preferir Homens, Mulheres ou TV/TS/TX.

    Eu acho que a pergunta é um ponto interessante para ajudar as pessoas se entender, e entender sobre sexualidade e opção sexual, e profissionais deveriam ajudar as pessoas confusas a se encontrar e entender o óbvio.
    E um Homen não deixará de ser Homem e Masculino por ser Bissexual ou Homossexual.

    Acorda bonitas e aprenda!

    Curtir

  2. Sou hétero, não tenho nenhum tipo de fantasia por homens.
    Mas se fosse um travesti bem novinho, com carinha, corpinho e jeitinho de menininha, eu daria uns pegas, mas a única coisa que rolaria, seria eu fazer sexo oral nela, prá ver se eu conseguiria fazer garganta profunda e sentir ela gozar na minha garganta,

    Curtir

  3. Eu sempre me relacionei com mulheres e me relacionaria com uma mulher trans sem dúvidas. E faria tudo com ela, dava, chupava, comia e etc. Vocês machistas são muito limitados. As mulheres trans parecem até mais femininas do que as que tem vagina, se cuidam mais e etc. Fora que as mulheres de vagina estão muito frescas ultimamente. A gente deveria incentivar mais relacionamento com as mulheres trans e experimentar novos prazeres. Se isso me faz GAY, foda-se!! Pobre daquele que morre só no “papai e mamãe”.

    Curtir

  4. Há sem dúvida, um grande interesse de homens casados por travestis. Eu conheço muito bem o Cento de São Paulo. Aqui existe um baixo clero de prostituição travesti em Cines: Roma. Paris, Santana, e Casa das bonecas ex vitória. Frequento todos eles, e ha uns tês meses namoro uma tras, que trabalha num deles. A conversa com as amigas, não me escapa aos ouvidos, sendo que, tenho algumas que lá trabalham como amigas. Elas querem mesmo é se prostituir, vira e volta to escutando ” “Caralho, Travesti não tem namorado, tem cliente”. Nada contra, minha namorada é uma travesti que se prostitui lá, pois, não tenho condições financeiras de dar o que ela precisa como travesti. Mas ha um respeito nisso. Eu quando ha encontro lá, sendo seu namorado, pago e pago mais caro que os outros que sõa clientes. faço questão. Não é porque ela ´e travesti que vou querer de graça!- Karl Marx T Lover

    Curtir

  5. Eu Vejo nos textos, mais também nas opiniões das pessoas, que há sim uma onda de maria-vai-com-as-outras, por isso é melhor manter em segredo, caso você se relacionou com uma trans sendo passivo. pois eu se vê uma trans operada que pareça com o gênero feminino eu pegaria, o caso de eu esconder ou não a relação acontecerá se a trans for conhecida como trans, ou eu perceba em sua identidade. Pois existe realmente uma identidade perfeita feminina nele, e isso me atrai. O fato de a sociedade ser maria-vai-com-as-outras, prefiro esconder meu relacionamento com trans. Pois há várias pessoas que acharam que sou errado e sou gay, dai elas comunicam-se com as outras e forma uma corrente, eu não vou querer ser taxado de gay ou homosexual, sendo que odeio o meu próprio sexo – do ponto de vista relacionamento gay.

    Aqui está a verdader: EU TENHO 25 ANOS, e sabe o que me faz procurar ou aceitar trans? nÃO PELO FATO QUE ELA (Kimberly Luciana) MENSIONOU sobre os que a procuram. O fato é de que somos desprezados pelas nossas pretendidas garotas BIOLóGICAS, elas não aproveitam nossas investidas, a fase em que asoviamos para elas na rua, fazemos várias coisas, revelando nosso sentimento real de hetero, elas não nos dá bola, ao ponto de nos tornar a ver o sexismo, ver o genero oposto como o superior. Isso é que me faz aceitar uma trans. E a sociedade (pessoas) trabalham manipulando agente hétero, para ter baixo-estima, e todos os fatos citados por Kimberly Luciana, e de quebra, desses manipulados pela sociedade, pode haver um diferente de mim, e em detrimento da manipulação, se permitir a virar gay, mesmo se não por ter tido relação com homem na sua adolescêcia. Pois eu já me relacionei quando eu era adolescente e isso não me tornou gay, pois nunca achei prazer em homem, só fazia por divertimento com meus amiguinhos na época, mas na verdade e supremamente mais prazeroso a relação, em que vc vê uma mulher e todos os seus atributos mesmo que seja adaptados e idênticos, como os de algumas trans operada.

    Discordo com uns textos que vi, relacionado ao, se um homem procura trans é pq ele possa ter um desejo gay, sim para aqueles que gosta do dick da trans. Eu “odeio homem”, e sou homem, se eu ver uma trans operada, com os atributos de uma gata, eu pego, e vou esconder se ela for declarada trans.
    Icomodada ela com isso ou não, sempre vou esconder, pois não vou querer ser taxado de homosexual nada contra, vc pode vê pelo fato de eu aceitar uma trans, de que não sou homofóbico, porém hétero, ao ponde de beirar marchismo. ATT: DS

    Curtir

  6. Pode até ser sim que muitos gays enrustidos procurem travestis para satisfazer sua vontade de ser fodido. Mas uma boa parcela dos casos de homens que procuram travestis, principalmente nos dias de hoje são homens héteros que tem essa tara!! Isso não tem haver como orientação sexual, mas sim com fetiche muito mais comum em homens héteros que gays. O gay de fato costuma sentir tesão pelo corpo e aparência feminina ainda que exista um pênis ali. Procurar um corpo feminino é coisa de hétero, e o pênis em uma mulher faz parte de uma espécie de fetiche. Algo parecido com a tara por sexo anal que muitos homens héteros tem!!! Geralmente por estar enjoado de tanto fuder buceta ao longo da vida!!! O oposto também ocorre!!! Conheço muitos gays assumidos a vida toda praticaram apenas sexo anal, mas em certo momento estão enjoados deste tipo de sexo ou querem experimentar algo novo. Muitos destes desenvolvem uma espécie de vontade de comer mulher. Eles não se atraem necessariamente por mulher ou pelo corpo feminino, apenas sentem vontade de penetrar uma vagina. Ou seja, transar com homem ou travesti, sentir tesão por sexo anal não quer dizer que o cara é gay ou bi. Da mesma forma o oposto tbem é verdadeiro. A muito mais coisas além das supostas orientações sexuais do que imagina nossa vã filosofia dos rótulos quadrada do século 19 e 20!!!

    Curtir

  7. Sou homem, sou casado com uma mulher cisgênero e nunca tive nenhum tipo de envolvimento homosexual, eu sinto muita atração por transexuais/travestis na mesma proporção que sinto por mulheres cisgênero, não consigo ver distinção entre elas, para mim mulher é mulher se ela tem ou não pênis isso é um detalhe irrelevante.
    Eu ficaria com uma trans com certeza e minha esposa sabe que eu penso assim, meus amigos sabem que eu penso assim e minha família também sabe e nunca fui tratado como gay por isso, agora se isso fizer de mim gay pra alguém estou pouco me lixando já que gay para mim não é ofensa

    Curtir

  8. O pre conceito contra as travestis, começa com elas mesmas. Não são elas que vivem achincalhando que curte travestis, pelo nome de “Mariconas”? São. Não são elas que creem, pelo fato de usar hormônios e silicone, são mulheres. Não, não são mulheres. O uso do silicone as faz travesti, (gênero feminino, porém homem), tomar hormônios e siliconar, não te faz ter útero. Mesmo aquelas que fazem a “readequação”, da genitália, nunca terão um útero, por consequência, nunca serão uma mulher. Pode-se mutilar, passarão ao gênero feminino, mas do sexo masculino. É apenas uma forma de viver, como se quer, (Um Homem Travestido de Mulher). Por isso o nome travesti. Se são preconceituosas com seus “adoradores,” inevitavelmente, serão os próprios “mariconas”, que terão vergonha de assumi-lás, pois serão vistos por elas e pela sociedade, como alguém que não quer uma mulher, mas sim um pênis na figura feminina, para aliviar a culpa do homossexualismo. A grande maiorias das travestis que trabalham na noite afirmam que: De cada 100 clientes, 98 querem ser as moças na relação, e que a maioria são casados e tem filhos. Então dá para entender porque é que os T Lover's, tem tanta dificuldade em assumir as travestis? Quando o fazem, na maioria das vezes, com raras ex. são cafetões, que nada temem, nada tem de vergonha e só as exploram, geralmente, tem mulheres que trabalham para eles também. Há um acampnha massificadora das transexuais no youtube, contra os T Lover's! Bom, o que é que queriam? Que a sociciedade aceitasse um homem casado que sae as escondidas com travestis, quando elas mesmo, não os aceitam?-HOChilin Um amanteMiingui

    Curtir

  9. Elas as T girl, são as primeiras a discriminar os T Lover's, chamando-os de mariconas. Depois dizem que a sociaeade a discriminam. DE certo que sim. Porém quem quer não ser discriminada, não discrimina.

    Curtir

  10. Concordo com quase tudo q foi dito, tb sou hetero, mas os travestis me fascinam, nao sei esplicar o motivo, sempre gostei de ver filmes pornos, e um dia descobri o porno travesti e hj gosto dos doi tipos, sou casado com uma mulher q amo muito e se um dia me separar e tiver a oportunidade de conhecer uma transex, vou ficar numa boa, assim como outra mulher

    Curtir

  11. As mulheres nascidas, estão ficando cada vez mais enjoadas. Tanto que na prostituição, hoje em dia se paga o dobro, a uma travesti bem feita, do que por uma mulher de mesma idade.Porem as trans, não aceitam T lover's que curtem serem possuídos, (passivos), no meu caso gosto muito de dar para travesty, mas gosto mais anida de comer e ver e travesti gozando com meu pênis enfiado nela. É um delicia, nas mulheres nascidas, não se pode ver o gozo, na travesty sim. nas operadas não.
    Não sejam preconceituosas, cú todo mundo tem e gostoso dar, embora eu prefira comer, dou também, e gozo muito. T lover Marx Karl

    Curtir

  12. Tenho 27 anos, sempre fui virjão até os 25 anos, nesse tempo todo de afastamento e com a rejeição das mulheres, eu desenvolvi fantasias por trans, gostava de ver elas dando nos vídeos pornôs, gozando sem se tocar só cavalgando em consolos, etc. Hoje em dia eu consigo comer mulheres normalmente, inclusive estou namorando tem quase 2 anos, gosto da minha namorada, o sexo com ela é legal, sempre fico muito excitado e transamos bastante. Mas tenho muita curiosidade de transar com uma trans, gostaria MUITO de poder fazer uma trans gozar sem se tocar somente com meu pau no cuzinho dela. Só que sempre fico com pé atrás em ir atrás disso, primeiro por questões de princípio, por achar que isso é só um desejo que foi criado devido à rejeição das mulheres que eu tive durante tanto tempo, segundo porque não gostaria de perder a relação com minha namorada, eu sei que não namoraria trans, somente se ela fosse totalmente feminina, com voz e trejeitos femininos, eu amo cheiro de mulher, adoro voz fina, e curto muito a necessidade que as mulheres tem de proteção, mais fico sempre vendo vídeos de trans dando gostoso e gozando muito. Talvez meu desejo venha também pelo fato de com trans podermos saber na hora ali se ela tá curtindo bastante através do pau duro, e fazer ela chegar ao orgasmo gozando bastante só com nosso desempenho, nos fazendo sentir muito mais fodões.

    Curtir

  13. Sou mulher transexual, não ha 5, 6,7,9….. anos mas desde que eu nasci.
    independente de o cara se intereçar por mulheres transexuais seja operada ou não este é hetero, pos heterosexualidade não esta em gostar de uma buceta e sim em se atrair pela figura feminina
    sendo assim um cara que se relaciona com travesti ou transex tambem é hetero.
    bissexuais se atrai tanto pela figura feminina quanto pela masculina,
    aqueles que se atraem apenas por mulheres cis e trans são heteros somente heteros

    Curtir

  14. Pelo menos comigo o que ocorre é o seguinte: Tem umas travestis e transexuais muito bonitas que despertam meus instintos mais sacanas. E o que me atrai nelas? O mesmo que me atrai em mulheres biológicas. É o corpo escultural, curvilinio, a sensualidade, aquela característica de mulher elegante, corpão e etc. Quanto mais feminina melhor. Eu e um amigo outro dia vimos uma mulher que chamava a atenção atravessando a rua e eu brinquei “Linda demais, não é possível que é mulher pois é bonita demais!”. Podem até ser diferentes de mulheres biológicas, mas mesmo o fato de terem um penis não faz com que eu perca o encanto pelos seus atributos femininos. Nunca fiquei com uma mulher não biológica, mas com a mentalidade que possuo hoje se um dia eu ficar, com certeza não será pelos vossos pênis. Quanto essa questão afetiva de vocês é um mundo que desconheço bastante. Infelizmente, para a maior parte da sociedade a figura de um transgenero ou travesti parece estar sempre atrelada a algo marginal, do submundo, da prostituição e da pornografia, mas penso que há muito além. Só pelos comentários inteligentes que vi aqui neste blog tenho certeza disso.

    Curtir

  15. No meu ponto de vista, é gay sim, é muito claro que não há hormônio no mundo que faça um homem virar uma mulher, até o cheiro é diferente, é tudo diferente, querer se enganar, não se aceitar é direito de cada um, porém dizer que é hétero, não rola, pois hétero sente tesão no cheiro, na genitália da mulher marcando na roupa, são pequenos os detalhes, pois mais q uma travesti ou trans se monte a ponto de confundir a cabeça de um hétero, na hora que a mão circular pelo corpo e ele não sentir a vagina ali, tudo aquilo vai por água abaixo.
    Fui casado por dez anos com uma linda mulher, estou no meu segundo relacionamento gay, e garanto, o homem q experimenta ser passivo com travesti, foi pq não se sentiu seguro para ir com outro homem. Então enganou seus olhos e quem podesse ver.

    Curtir

  16. Acho que você está sendo bem radical, não sinto tesão algum em homem, mas em trans e em mulheres sinto, aliás, amo mulher, aquela feminilidade, aquele jeito, cheiro, enfim, tudo me atrai, porém nas travestis acho que a facilidade em vc ter ali como medir o quanto de prazer ela está sentindo, devido ao pênis gozar e estar duro, é bem gostoso, da uma sensação de poder e dominação. Acho que não existe essa dicotomia, ou é gay ou não, eu posso ser bi, porém eu amo mulher e tanto é que trans me deixam excitado por terem peitos. Sei que biologicamente não são mulheres, mas são mulheres em essência, e isso que basta pra mim.

    Já um homem peludão, cheio de barba, com aquele jeito masculino, me deixa com nojo, eu não gosto, então como vc pode dizer que sou gay?

    Curtir

  17. sou mulher hetero mais já fiquei com mulheres,mais nunca sentir atração pela figura feminina pra mim um homem que sente atração por travestis é bixesual pq ele não só se sente atraido pela figura feminina mais pq essa figura feminina tem um penis,eu gosto de homens mais não transaria com uma tran só pq tem figura msculina e com vagina e sei que as mulheres heteros também não transaria já o homem transa com travestis chupa seu penis beija na boca e ainda é penetrado pq a maioria fica com eles justamente para serem penetrados e vc acha que isso é ser hetero se fosse só pela figura feminina transava com uma mulher q tem vagina e não com um homem vestido de mulher e vamos ser sinceros uma travesti tá longe de ter alma feminina né; com voz grossa e tudo mais

    Curtir

  18. Ah quer dizer então que homem que sente prazer ANAL não pode ser hétero? Ou seja, se ele quiser sentir TESÃO na próstata sendo penetrado por uma mulher com uma cinta de pênis, ele será gay? Discordo totalmente, e fora que já foi mais que comprovado que é a figura feminina que atrai nas trans, não o Pênis (seria um órgão que está ali mas que não é o principal). Fora que, a maioria dos homens que ficam ou querer comer travestis, são homens que SENTEM NOJO de outros homens peludos, cheios de barba, etc. Ou seja, tudo que torna um HOMEM, masculino, o cara que curte trans detesta, sendo assim, pra mim não é BI, mas sim Hétero!

    Curtir

  19. Façamos aqui uma brincadeira, finja que nunca foi inventado um meio de distinguir o que é hétero, bi, trans, homo e afins, da mesma forma que nunca fora inventado um meio de distinguir negro, pardo, branco, asiático e afins,o único rótulo que existisse fosse apenas pessoas, humanos imagine agora que se vivêssemos nesse ambiente como seria ter preconceito de si próprio, pq se vc não gosta de pessoas e vc tbm é pessoa então vc não gosta de si mesmo… Gostaria que todos imaginassem isso quando resolvem debater rótulos. Ahh eu sou pessoa só pra deixar claro minha orientação e genero

    Curtir

  20. Acho sim, ser penetrado e sentir prazer anal não é ser hetero? Pra mim não ser hétero é você gostar de homens extremamente MACHOS com barba, barriga tanquinho sarada, corpo esculturalmente de HOMEM e sentir tesão nisso… Isso sim é ser gay. Tenho amigo gay ASSUMIDO que ama homens assim e não sente UM pingo de tesão por transexuais, sendo que, segundo você por ter pênis e o homem ser GAY ele deveria gostar, não é?

    Então, eu continuo acreditando que homem que fica com trans não são homossexuais, mas sim NO MÁXIMO bissexuais. E o que tem o homem aproveitar que está ali e ser penetrado? Com mulher usando uma cinta de pênis isso também pode ser feito e nem por isso ele se torna HOMOSSEXUAL, o grande tabu com o ânus é algo do século passado e espero que mais e mais cada vez os homens se libertem disso e deixem essa besteira de rótulo de ser GAY porque curte sexo ANAL.

    Curtir

  21. Olha o comentário desnecessário desta pessoa acima,se diz hétero vc é bissexual pq ficou com outras mulheres,homens que ficam com trans são sim bissexuais se vermos pelo lado de ser uma pessoa que um dia foi do mesmo sexo(eu me considero hétero,mas para sociedade sou BI),em muitas vezes nós homens saimos com trans porque adoramos o sexo anal e pelas trans serem bem gatas,muitas vezes mais femininas que muitas mulheres.A pele de uma trans é macia devido os hormônios femininos que elas tomam,não possuem barba e seu cheiro não é masculino…Gosto muito de transar uma trans e respeita-las como mulheres pq o são! Sentimentos formas de agir tudo é feminino já sai com 2 transexuais femininas que se hormonizaram desde de pequenas,eram passivas com pênis minúsculos devido hormonização,desde inicio da adolescência…São boas pessoas é uma pena que a sociedade as marginalize,pq elas não se enquadram no perfil besta da sociedade.E ao contrário dos gays que ficam com raiva das trans e veem falar que os homens só saem com elas pelo fato do pênis é ridículo porque muitas tem vergonha e não gostam de sexo ativo só o fazem pq necessitam sobreviver em meio a sociedade,uma das únicas(existem outras mas são escassas)formas de trabalho ser a prostituição,deveriam dar chance para essas pessoas e menos preconceito.Tem um ditado que diz “quando não nos colocamos no lugar das pessoas vem a vida e nos coloca lá de alguma forma” para aprendermos a não julgar o que não passamos.E acho que existem muitos gêneros e gostos…me considero um homem que gosta de mulheres admira a coragem das transsexuais as acha lindas e atraentes e me envolvi,sou ativo(Homem que se satisfaz fazendo a parceira ter prazer)não tenho nada contra quem gosta de ser penetrado mas minha busca é estritamente pela pessoa em si(caráter,respeito,educação) e por saber que o sexo anal que tanto gosto é prazeroso para ambas as partes,as tratei como mulheres como qualquer outra mulher com a qual me relacionei com educação e o devido respeito.

    Curtir

  22. Se eu comeria uma travesti? Se for bem feminina e bonita, sim, claro.
    Se eu sairia por aí contando? Claro que não. Eu não sou besta…

    O mundo é como é.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.