Pop e Art Testosterona

Chico Bento cresce, vira ‘boy magia’, mas não perde a ternura em nova HQ


Depois de lançar a Turma da Mônica Jovem, o cartunista Mauricio de Sousa fez crescer o caipirinha Chico Bento, um dos personagens mais carismáticos de suas criações. E a primeira HQ Chico Bento Moço, lançada neste mês pela Panini Comics, mostra evoluções positivas [ufa!] na história de Chico, que completou 18 anos. Agora, ele fará faculdade para ser engenheiro-agrônomo, vai morar na cidade grande, mas não perdeu totalmente o sotaque e muito menos a ternura. E mais: virou um verdadeiro boy magia, com direito a músculos espalhados pelo corpo e a vigilância da namorada Rosinha.

Nesta nova fase, Chico enfrenta o dilema de viver longe da família e da vida simples no campo para morar próximo da faculdade. Com um lindo texto de que não perderá o orgulho por suas origens, ele emociona nas prozas com os pais, com a namorada Rosinha [que quer ser veterinária], com a professora Dona Maroca [que hoje é diretora], e com o amigo Zé Lelé. E é em uma travessura do amigo, que ele cai na água, tira a camisa e exibe as novas formas. “Francisco Bento! Põe essa camisa!”, pede Rosinha, acabando com o “envergonhamento” do namorado.

Durante uma provocação, Chico é chamado de caipira por Genesio – o filho riquinho do coronel – e [com toda a sua malandragem interiorana] demonstra estar preparado para as possíveis brigas da área urbana e com o bullying. “Você nasceu aqui, Genésio! É tão caipira quanto eu. A diferença é que eu sempre tive orgulho das minhas raízes. Eu sei quem eu sou. [Além disso] Dinheiro não compra tudo. Você pode comprar uma torcida, mas nunca o seu coração. Pode vender cabeças de gado, mas não pode comprar inteligência. Pode comprar muitas coisas, mas nem tudo pode ser comprado”.

Com figurino xadrez – “Soube que camisa xadreiz tá na moda, di novo!”, diz a mãe – e longe da façanha de ser o mesmo garoto-problema da infância, o jovem encanta e é paparicado até por Nhô Lau, Saci e Vó Dita em sua despedida. Educado e apaixonante, ele se prepara para levar um namoro à distância e deixa uma carta para Rosinha. 

“Hora de botar o pé na estrada, pensar na vida, no futuro… Não é fácil ver a namorada virando um ponto no escuro […] E não esqueça… Aconteça o que acontecer, estarei com você em pensamento. Pois sou o que sou, seu amigo, seu amor, Chico Bento”, escreveu. 

A edição número 1, que custa R$7,50, é um excelente aperitivo para quem sempre foi fã das histórias tradicionais do caipirinha, que estava com receio da adaptação jovem e que não vê a hora de conferir os sucessos e topadas de Chico e do primo Zeca, com quem já protagonizou momentos engraçados anteriormente. Mauricio e sua talentosa equipe prova que sempre consegue deixar as histórias mais interessantes. 

Um excelente quadrinho para a geração jovem [ou veterana], que, assim como todas as produções Mauricio de Sousa, propõe o entretenimento com uma rica informação. É aguardar os novos desafios…

Quem diria que Chico ficaria ainda melhor, né? 
Anúncios

um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.