Pop e Art

Agência nos EUA aposta em casting apenas com modelos transexuais




Texto de NLucon p/ A CAPA

Se o mundo da moda internacional conta apenas com a brasileira Lea T e a sérvia Andreja Pejic como mulheres transexuais, este cenário deve mudar em pouco tempo.

Isso porque a agência Apple Model Management, que tem uma seção exclusiva para modelos transexuais e que tem sede em Bangkok, na Tailândia, está se expandindo.

Ela acaba de abrir um escritório em Los Angeles e apresenta seis modelos que passaram pela transição de gênero. “A verdade é que o mundo vem abrindo as portas cada vez mais para essas mulheres, e nossa previsão é colocar novos rostos nas próximas temporadas do fashion Week”, declarou a direção da agência, Cecília Asunción.

Apesar do estigma e do preconceito enfrentado, a comunidade trans está em alta em alguns setores, graças às referências positivas, como a da atriz Laverne Cox (da série Orange is The New Black), da atriz Jamie Clayton (da série Sense8) e da ex-madrasta da família Kardashian, Caitlyn Jenner.

No Brasil, há uma ideia semelhante de agência focada em modelos travestis, mulheres transexuais e homens trans. A maior dificuldade até o momento é encontrar brasileiras que acreditem no projeto, uma vez que várias modelos que surgiram no boom Lea T já não aparecem tanto e também por conta da maneira desrespeitosa que a mídia brasileira geralmente aborda assuntos sobre o grupo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.