Pride

Vrááá! Drag queen Dindry Buck dará testemunho em paróquia da Igreja Católica em SP

.
Por Neto Lucon (Foto: Eduardo Moraes)

O jornalista e militante LGBT Albert Roggenbuck – mais conhecido como a drag queen Dindry Buck – fará neste domingo (12), às 10h, um testemunho sobre a sua vida, relação com a religião e a orientação sexual na paróquia Senhora do Carmo, em Itaquera, São Paulo.

+ Leia entrevista com Dindry Buck: “Drag é a cereja do bolo”


Mostrando maior acolhimento com a diversidade, a paróquia trará Dindry para a missa do padre Paulo Sérgio Bezerra chamada “Provados pela vida, arriscam na esperança”. A história dela será vista como um exemplo aos fieis, e a oportunidade de falar sobre inclusão.

Em conversa com o NLUCON, Dindry falou que está com “borboletas na barriga” com a oportunidade de sensibilizar. “Além da minha vida, também vou abordar questões para as pessoas entenderem o politicamente correto, o que é LGBT, orientação sexual, identidade de gênero. É para abrir um pouco a mente e ver que a diversidade deve ser aceitada dentro da religião”, adianta.

Na ocasião, Dindry afirmou que irá desmontada para a igreja. “Uma coisa são as igrejas inclusivas, que já estão acostumadas com a figura da drag. Outra é uma igreja que está se abrindo para a questão da diversidade. Acho que aparecer como um carro-alegórico vai roubar a atenção da celebração, o povo não vai prestar atenção na missa e as crianças vão ficar perto. O meu foco vai ser falar sobre as questões da diversidade, a minha história de vida até eu me aceitar dentro da igreja”.



.
Vale lembrar que o nome de Albert/Dindry foi lembrado pelo trabalho que ela já desenvolve na Paróquia Santa Ana, também localizada no Itaquera, e com jovens e adolescentes LGBTs por meio do Esquadrão das Drags. “Estou um pouco ansiosa, porque vou sair da paróquia que frequento, que é a minha zona de conforto, para ir em outra. Mas algumas pessoas já estão me adicionando no Face, me desejando boas-vindas e estou feliz pelo acolhimento. Até no folheto oficial da igreja eu estou”, diz animada.

IGREJA SE ABRINDO?

A drag afirma que após as frases de Papa Francisco – bem como “quem sou eu para julgar os homossexuais” e que a “Igreja deve estar de portas abertas aos homossexuais” – há algumas pequenas transformações. 

“Antes, diziam muito ‘Deus ama o pecador, mas odeia o pecado’. Mas depois que o papa falou sobre o acolhimento, essa acolhida teve um significado mais amplo. No sentindo de que sabem que a pessoa vai para a igreja e que ela não vai deixar de ser homossexual e nem aderir ao celibato. E que devem ser recebidas como um amigo em nossa casa, independente de qualquer coisa. Hoje, vejo casais homossexuais entrando de mãos dadas na igreja e fazendo parte do ministério”.

Dindry acredita que ainda há um lado conservador, mas que há outro mais aberto às questões de diversidade. “Com o tempo tudo vai ficando mais light”, acredita. Quem quiser prestigiar o testemunho, a paróquia está localizada na R. Flôres do Piauí, 170 – Itaquera, São Paulo – SP, 08210-200.

Anúncios

um comentário

  1. Neto amado. Ficou simplesmente linda a matéria, como tudo que você faz.
    As “borboletas” saíram voando e encantaram a maioria dos presentes na Paróquia Nossa Senhora do Carmo. Foi um turbilhão de emoção com direito a homenagem a mim criador (Albert) e a criatura Dindry. Uma menininha linda cantou “Qualquer maneira de amor vale a pena” e me ofereceu flores. Leram minha biografia antes da celebração. Fiz parte da elevação dos sagrados transubstanciados e distribuí a Santa Comunhão.
    Ainda estou em êxtase.
    Beijos

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.