Realidade

Militante travesti Lili é assassinada a tiros aos 41 anos na Bahia

Por Neto Lucon

Um crime chocou a cidade de Cachoeira, no Recôncavo da Bahia. A militante Xaynna Shayuri Morganna, mais conhecida como Lili, foi assassinada a tiros na noite de domingo (27) na beira do Rio Paraguaçu.

Ela era presidenta da Associação Grupo Gay de Cachoeira, no Recôncavo da Bahia, e uma das organizadoras da Parada do Orgulho LGBT de Cachoeira desde 2010.

De acordo com o delegado Eduardo Coutinho, Lili foi assassinada por três homens que a abordaram em um carro Honda Civic de cor prata. Eles saíram do veículo, dispararam contra a vítima e fugiram. Lili morreu no local.

Embora as investigações não tenham sido finalizadas, o delegado descartou que o crime tenha sido por transfobia ou pelo fato de Lili ser militante LGBT. Até o momento ninguém foi identificado ou preso.

Devido ao assassinato, a Parada LGBT de Cachoeira, que ocorreria em outubro, foi cancelada neste ano. E remarcada para 2018.


Nas redes sociais, diversas pessoas lamentaram o crime e fizeram textos em memória de Lili e em repúdio a violência. A professora da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Simone Brandão, publicou na sua página do Facebook um manifesto em que pede justiça para Lili e fala sobre as violações que a população LGBT pobre sofre.

“Quero justiça para Lili. Queremos o direito de existir respeitado! Porque é disso que estamos falando! Nós não temos direito a existir em uma sociedade LGBTfóbica. Somos vidas que não importam! Somos agredidas, violentadas assassinadas simplesmente porque existimos. A cada 25 horas uma pessoa LGBT foi assassinada em 2016 simplesmente pelo fato de ser LGBT!”, diz um dos trechos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.