Pop e Art

"Diva da Sarjeta" fala sobre solidão da mulher trans e faz homenagem à Camila de Castro

Por Neto Lucon
Fotos: Vanessa Nhoa

A solidão da mulher trans é tema do monólogo “Diva da Sarjeta”, encenado pela atriz Dandara Vital até o dia 25 de outubro na Casa de Cultura Laura Alvim – Espaço Rogério Cardoso – Rio de Janeiro. A obra é inspirada em Camila de Castro, travesti ícone de beleza nos anos 2000 que escreveu uma carta falando sobre desilusão amorosa e transfobias pouco antes de cometer suicídio.

+ Quem era Camila de Castro?

Dandara no monólogo Diva da Sarjeta

“Faz tempo que quero falar sobre a solidão da mulher trans e fiquei fazendo pesquisas e conversando com algumas travestis e mulheres trans que conhecia. Aos poucos fui percebendo que a solidão da mulher trans vai muito além do que um amor que a assuma”, declara a atriz.

Dandara conta que Camila foi a primeira travesti que escutou falando sobre ser amada e adorada em segredo, que admitia sonhar se casar sem sentir vergonha disso. E que o ano em que Camila foi “assassinada socialmente” (expressão usada pela atriz) foi o mesmo em que Dandara iniciou a transição.

“Dandara nascia e Camila partia. Fico muito emocionada e abalada nas apresentações. Espero que onde ela estiver esteja orgulhosa, pois tudo está sendo feito com muito carinho, e com o intuito de mostrar para a sociedade um lado que ainda é negligenciado, que é o lado afetivo e emocional”, afirma ela.

A direção e produção é de Johi Farias.

Camila morreu no dia 27 de julho de 2005

Diva da Sarjeta é um dos monólogos que integram o “Cenas Afora – Solos Femininos” que opta por solos protagonizados por mulheres cis e transexuais ativistas desse período do movimento feminista com o objetivo de dar voz a mulheres tão diferentes entre si. Outras artistas que fazem parte são Chia Rodriguez, Dandara Vital, Mariana Nunes, Monique Vaillé e convidadas.

Serviços
Local: Casa de Cultura Laura Alvim – Espaço Rogério Cardoso
Endereço: Avenida Vieira Souto, 176 –Ipanema.
Telefone: (21) 2332-2090
Sessões: Terças e quartas às 20h
Período: 03/10 a 25/10
Classificação: 16 anos
Entrada: R$ 20 (inteira); R$ 10 (meia e lista amiga)

Anúncios

um comentário

  1. Ainda não tive a oportunidade de assistir a esta montagem com a Dandara… Mas eu tenho a certeza de que está bem representada por esta maravilhosa Atriz que tanto nos envaidece e que cresce a cada momento de suas personagens que encarna e abraça com a maestria de quem sabe atuar numa cena!… É a nova geração que surge para engrandecer ainda mais a valorização do ser Trans como pessoas que simplesmente “vive” e procura a sua parte nesta sociedade “humana”… Parabéns a querida Dandara Vital!… E, parabéns tmb. ao querido Neto Lucon por mais esta matéria glorificando ao trabalho de uma Artista Trans!… Amo vcs!!!…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.