Pop e Art

Pabllo Vittar aborda LGBTfobia na escola e emociona em clipe “Indestrutível”

Por NLUCON
Pabllo Vittar lançou nesta terça-feira (10) o clipe  da música Indestrutível, dirigido por Bruno Ilogti. A obra, que já é hit entre seu público, aborda o preconceito contra pessoas LGBT, o bullying escolar, agressão e relação familiar.

Tanto que logo na abertura traz o dado que 73% dos jovens LGBTQI+ no Brasil são vítimas de bullying e violência nas escolas, segundo a conjunta das comissões de Relações Exteriores e de Direitos Humanos e Minorais da Câmara dos Deputados.


Na obra, um garoto enfrenta a ira de outros colegas de escola preconceituosos. Em casa, a mãe o observa se montando. No parque, ele aparece em clima de romance com um namorado. Ele ainda sofre violência, xingamentos e luta para deixar de ser alvo.   

Em preto e branco, a drag queen cantora aparece toda diva, cantando que “tudo vai ficar bem”. Ao fim, ela se apresenta em um palco e o garoto a aplaude da plateia, mostrando a importância de sua representatividade na mídia e no futuro de vários jovens.

“São milhares de adolescentes, pessoas como eu, que sofreram esse tipo de agressão. Tá na hora de transformar o preconceito em respeito. De aceitar as pessoas como elas são e querem ser. De olhar na cara da homofobia e dizer: eu sou assim e daí?”, discursa antes de finaliza a obra.  


Pabllo leiloou um dos vestidos que usou no vídeo e todo o dinheiro arrecadado será doado para a Casa 1, que acolhe e abriga pessoas LGBT em São Paulo.

Assista: 


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.