Pop e Art Realidade

Padre diz na TV que pessoas trans não são criações de Deus; FONATRANS repudia transfobia


Por NLUCON

Após o padre Reginaldo Manzotti dizer que pessoas trans não são criações de Deus durante entrevista ao programa Conversa com o Bial, da TV Globo, no dia 19 de abril abril, o Fórum Nacional de Travestis e Transexuais Negras e Negros (FONATRANS) emitiu no dia 24 uma carta aberta em repúdio ao preconceito.

Na ocasião, o padre afirmou é preciso evangelizar com urgência porque “as coisas estão se deteriorando”, referindo-se a identidade de gênero das pessoas trans. “Um ataque contra o homem e a mulher é um ataque contra o Deus criador. (…) Nós não podemos dizer que está tudo bem. Não está bem. Deus criou o homem a mulher”. Dentre as declarações, ele afirma que é preciso acolher, respeitar e amar, mas não tratar como criação de Deus ou como regra.

Ele demonstrou ter medo de que toda população se torne trans e que o debate seja levado para as escolas, pois a “humanidade está fragilizada e pode se apegar em mentiras”. “Uma mentira, por mais que seja repetida, nunca vai ser verdade. (…) Eu acredito num Deus criador. Cuidado de colocar isso nas escolas, colocar isso nas faculdades. Para mim, faculdade é uma fábrica de ateus”. O padre também disse que conhece muitas pessoas trans trabalhando na igreja e que elas podem ter um trabalho social muito bom e ser felizes. “Mas isso não quer dizer que a pessoa está dentro do que Deus criou”. 

Após as declarações, o FONATRANS, por meio da presidentra (como ela mesma se define) Jovanna Cardoso da Silva, escreveu que as afirmações do padre foram altamente transfóbicas e carregadas de ódio às pessoas transexuais e travestis. “Nos entristece muito quando uma pessoa que se diz pastor, servo de Deus, prega o ódio, o preconceito, a transfobia escancaradamente sem avaliar que sua opinião gera tristeza, sofrimento e morte de muitas pessoas travestis e transexuais, que estão à margem dos direitos sociais, da assistência pública, da compreensão e do amor enquanto seres humanos (…)”.

Jovanna diz que o compromisso de uma pessoa cristã é primar pelo respeito às diferenças e inclusão, não semear o ódio. “Esperamos que sua senhoria reflita sobre esse posicionamento perseguidor, transfóbico e assassino que dizima anualmente centenas de travestis e transexuais que são jogadas diariamente na vala do descaso. Travestis e transexuais são seres humanos, o senhor sabia? Elas votam, pagam impostos e todas as demais imposições públicas, mas no direito elas não os tem. Dói muito, machuca e nos deixa em estado deprimente escutar em cadeia nacional que devemos odiar as pessoas trans deste país. Claro que em outras palavras, como foi dito por vossa senhoria, mas que para nós tem um único significado: transfobia, machismo, patriarcado e ignorância”.

Segundo o FONATRANS, as declarações só contribuem para que o Brasil seja o país que mais mata travestis e transexuais no mundo. Em 2016, foram 127, uma a cada 3 dias, em 2017 foram 179, em quatro meses de 2018 já são 68. A expectativa de vida delas não passa de 35 anos, menos da metade da média nacional que é de 75 anos. O Fórum lembra o caso de repercussão internacional que ocorreu contra a travesti Dandara dos Santos, que foi espancada e assassinada por um grupo de homens na rua em Fortaleza. A agressão feita durante uma tarde foi filmada e colocada nas redes sociais.

“A figura dela como transexual é o que pesou mais para eles a executarem. No vídeo eu não temos dúvida alguma de que foi Transfobia (ódio à travestis e transexuais) manifestados muitas vezes por falas mal colocadas, posicionamentos carregados de ódio, como o de vossa senhoria no Programa Conversa do Bial, na maior rede de TV do Brasil que influencia milhões de brasileiros”, escreveu.

O padre, que conta com milhares de seguidores nas redes sociais, tem livros e CDs publicados (recentemente gravou com as cantoras sertanejas Simone e Simaria), programa no Youtube e de rádio, não se manifestou sobre a resposta da população trans sobre suas declarações. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.