Pop e Art Realidade

Em bolo de aniversário, ativista denuncia assassinato de 77 mulheres trans negras antes dos 35 anos


Por NLucon

A ativista e advogada Ashlee Marie Preston aproveitou a data do seu aniversário de 34 anos para prestar uma homenagem e denunciar a transfobia nos EUA. Ela trouxe em seu bolo, a imagem de 77 mulheres transexuais negras que foram assassinadas no país.

Segundo organizações de direitos da população trans, a expectativa de vida de uma mulher trans nos EUA é de 35 anos. Ashlee denunciou o preconceito e apontou que, assim como suas companheiras, ela teria apenas mais um ano de vida.

“Hoje eu completo 34 anos. Ironicamente, não vou chegar aos 35”, escreveu a ativista ao publicar a foto no Instagram. “Estou lançando hoje a campanha ‘Prospere Além dos 35’ para ajudar mulheres trans negras a se imaginarem em outro lugar que não seja no caixão”, continuou.

Ela pede para que as pessoas se atentem a isso para lembrar que a população trans não precisa apenas sobreviver, como também prosperar.

Embora o tema seja sério, Ashlee encarou com mais leveza ao falar sobre a iniciativa em entrevista ao HuffPost USA. “Estou de dieta desde fevereiro. Então pensei: ‘Já que é para quebrar o regime e comer bolo, que seja por uma boa causa”, declarou.


No Brasil, entidades voltadas para a população de travestis, mulheres transexuais e homens trans também afirmam que a expectativa de vida de uma mulher trans é de 35 anos. E que de acordo com a Antra, ocorre um assassinato de pessoa trans ou travesti a cada 48 horas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.