Pop e Art Realidade

Grupo quer tirar “bissexuais” da sigla LGBT e causa debate nas redes sociais


Por NLUCON

O grupo de ativistas LGBT 4Chan iniciou uma campanha que vem causando debate nas redes sociais: a DropTheB (retira o B). Ou seja, eles querem tirar os bissexuais da sigla que simboliza a diversidade sexual e de gênero, LG“B”T, informou o site internacional Pink News. 

De acordo com o grupo, o objetivo da retirada é porque o conceito empregado pela bissexualidade precisa ser atualizado por outro (como a pansexualidade), afinal existem mais que apenas dois gêneros e diversas pessoas trans, como as não-binárias, estariam sendo excluídas.

Porém muita gente repudiou a iniciativa, uma vez que não teria nenhum problema com as pessoas que se sentem atraídas por dois gêneros, já que a sexualidade é algo complexa. E que retirar as pessoas da sigla seria mais uma manifestação de bifobia (preconceito específico contra pessoas bissexuais).

Nas redes sociais, diversas pessoas se manifestaram. “Os tempos mudaram e os termos que usamos também devem mudar. #Droptheb”, escreveu @SharonMarmalaid. “Precisamos de uma mudança. Existem mais de 2 sexos. #droptheB #lgbt, ” concordou @natelewis1987. “Não existem só dois gêneros”, escreveu outro ao divulgar a imagem. Há imagens dizendo: “sua orientação sexual é transfóbica”.


Os contrários escreveram: “Os bissexuais enfrentam uma grande quantidade de preconceito mesmo dentro dos círculos LGBT. Negar às pessoas o direito de celebrar ou mesmo sentir-se seguro em sua sexualidade NÃO É OK. Os bissexuais são uma parte válida da comunidade e merecem o mesmo amor e respeito que qualquer outra pessoa. Então FODA #dropTheB ”, disse um no Twitter.

“Demorei um pouco para aceitar quem eu sou como pessoa e minha atração por mulheres e homens. Não tire isso de mim. Não tome isso de ninguém. Deixe-nos ter as poucas coisas que escolhemos para nos definir”, twittou @solarbri97. “Eu me recuso a ser invalidado. Se você é do #DropTheB você não pertence à comunidade lgbt. fim da história ”, comentou outro usuário.

Há quem defenda que bissexualidade não significa apenas atração por dois gêneros, mas uma atração por pessoas de qualquer persuasão de gênero ou não gênero. Logo, mudá-la seria desnecessária. E, você, o que acha?

Anúncios

um comentário

  1. Esse povo não tem mais o que fazer. Tanta coisa pra resolver e me vem com essa. Eu sou trans e sou bi – e me sinto representada na sigla LGBT em primeiro lugar por que ela abarca por princípio a exceção à norma.
    Se fosse pra mudar, teríamos que pensar antes o que dizer do fato de a letra T ser a única que se refere à expressão e identidade de gênero. Afinal L, G e B estão muito mais conectadas entre si por semelhança lógica (a sexualidade e afetividade). Por isso me agrada mais não tirar letra nenhuma e sim, acrescentar os elementos de gênero (o T já esta aceito na sigla e no movimento – embora ainda haja muito preconceito recíproco – e acolhe em sua natureza semântica todos as outras manifestações não cis, binárias ou não ) e de sexo biológico fora da normatividade. Teríamos e já temos Q,A,I, + et coetera.
    Até que não sejam necessárias siglas e grupos e movimentos, poque somos todos cidadãos. Mas até lá vai ter bandeira na rua sim, e o mimimi heteronormativo vai continuar chorando.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.