Pop e Art Pride Realidade

Governo angolano legaliza primeira e única associação LGBT do país, "Íris Angola"

Por NLUCON

A Associação Íris Angola conseguiu que o governo formalizasse o registro legal da entidade no país. Demorou cinco anos até que a importância do trabalho da entidade em prol dos direitos da pessoas LGBT fosse reconhecida.

Segundo Carlos Fernandes, diretor executivo da Íris Angola, o passo é um acontecimento histórico no país. “Ter uma entidade reconhecida pelo Estado lhes dá maior legitimidade às suas intervenções no seu trabalho pelos direitos LGBT”, afirmou.

A associação diz que a lei angolana não trata pessoas LGBT como cidadãs de fato e que elas vivem anonimamente e sendo discriminadas no aceso à saúde e educação. A associação da Íris Angola é nacional e tem a sede na província de Luanda, na capital.

A notícia alegrou muitas entidades internacionais de direitos humanos, dentre elas a ILGA (Associação Internacional de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Trans e Intersexo). A representante Alessa Valenza declarou que a discriminação é forte e que a população LGBT só deixou de ser invisível pela discussão sobre saúde pública e HIV.

Em outros países a situação é de extremo preconceito e entidades encontram dificuldades de serem reconhecidas. Em Moçambique, por exemplo, a associação LGBT Lamba-Mozambique espera há 10 anos para que o Ministério da Justiça conceda o registro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.