Destaque Realidade Uncategorized

Universidade do Estado da Bahia abrirá cotas para estudantes trans e travestis

universidade1

A Universidade do Estado da Bahia (Uneb) vai incluir a partir de 2019 cotas para estudantes trans e travestis para os cursos de graduação e pós-graduação. A decisão foi do Conselho Universitário (Consu) e anunciada nesta semana.

Além da população trans, as cotas também valerão para quilombolas, ciganos, pessoas com deficiência, transtorno de espectro autista e altas habilidades.

Millena Passos, diretora da União Nacional LGBT e fundadora da Associação de Travestis e Transexuais de Salvador (Atras), declarou ao jornal A Tarde que a inclusão da população trans é uma vitória e um momento histórico.

“Na minha época, o curso superior não era um horizonte para pessoas trans. Acompanhar essas transformações me deixa muito feliz. Sei que atenderá muitas pessoas trans que estão nas periferias sendo desencorajadas da escolarização”, afirmou.

Vale dizer que a população trans e travestis apresenta alto índice de evasão escolar, em função de bullying, assédio, constrangimentos, transfobia e falta de iniciativas que acolhem essa população no ambiente escolar. De acordo com a pesquisa Transfobia no Ambiente Escolar, publicada no site Monografias Brasil Escola, 90% das estudantes trans e travestis já sofreram preconceito no ambiente escolar devido à sua identidade de gênero: 69% declararam que a agressão foi física, 21% verbal e 10% velada.

COMO SERÁ? 

Segundo a instituição, a nova política de cotas não vai interferir no sistema já adotado para cotistas negros (que é de 40%) ou indígenas (que é de 5%). Ou seja, cada curso terá até 5% de vagas extras.

Candidatos não-cotistas também não serão afetados. Eles continuam com o mesmo percentual de vagas – 60% do total – sem qualquer tipo de alteração devido às mudanças sobre sobrevagas.

Para concorrer às novas vagas, estudantes trans, quilombolas, ciganos e com deficiência devem ter estudado o ensino fundamental e médio em escola pública e ter renda familiar mensal de até quatro salários mínimos.

O Governo do Estado de Salvador, por intermédio da Secretaria da Educação (SEC), é responsável pela Uneb. Há 29 departamentos instalados em 24 campi, 150 opções de cursos de habilitação nas modalidades presencial e de educação à distância nos níveis de graduação e pós-graduação

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.