Modelo trans Amanda Lepore minimiza polêmica sobre ter sido cortada da capa do rapper cis Travis Scott

Travis-Scott-and-Amanda-Lepore
Amanda Lepore e Travis Scott

A modelo Amanda Lepore, que é uma mulher transexual, minimizou a polêmica sobre ter sido cortada da capa do rapper cis Travis Scott. Ela havia posado para uma foto de David LaChapelle que seria usada na capa do álbum, mas foi a única modelo removida da imagem, levantando acusações de transfobia.

Nas redes sociais, muita gente questionou. “Oi transfobia. Acabei de te ver”, escreveu a famosa drag queen Aquaria. “Não é profissional editar o trabalho artístico de alguém assim por causa de suas visões transfóbicas”, escreveu um fã.

Amanda, que anteriormente declarou ter amado participar do trabalho, mas questionou por qual motivo foi retirada da foto, preferiu ressaltar o amor em nova postagem em seu Instagram: “Nada além de amor para Travis e David. Obrigada por me receber e estou feliz por participar do álbum. Digam todos Amor”.

Durante a polêmica, o rapper afirmou que já recebeu a foto com o corte de David Lachapelle, fotógrafo e amigo de Amanda, e que não teve envolvimento na edição. O rapper afirmou ainda que o corte teria sido feito porque Amanda se sobressaiu na foto: “Amanda, você ofuscou todo mundo, inclusive eu. Obrigado Amanda Lepore e as pessoas que vieram para a capa. Astroworld é sobre amor e expressão, não ódio”.

Negando ser transfóbico, Travis declarou que foi ensinado a aceitar todas as pessoas e que tem respeito pela comunidade LGBT. “Eu quero usar minha voz para deixar claro que todos nesse planeta são iguais”, disse.

Amanda optou por minimizar a polêmica. “Uma garota não pode evitar. É muita distração para os olhos”. E também rebateu as críticas de que o fotógrafo, que teria sido responsável por retirá-la da imagem, seria transfóbico. “Ele foi o primeiro a me fotografar para diversas sessões de fotos de sucesso em museus de todo o mundo. É um amigo próximo e definitivamente não é transfóbico”.

Mas muita gente não engoliu o desfecho: “Talvez não seja transfobia imediata, mas a exclusão específica do corpo trans ainda é transfóbico. Principalmente se você acha que as pessoas não vão comprar seu álbum porque Amanda está na capa com uma aparência impecável como sempre”, escreveu um fã. “Travis escolheu um fotógrafo lendário para criar hype. Mas não fez sua pesquisa. Se fosse fã, saberia que qualquer coisa que David faz é provocativo, chamativo e que o ofuscaria. E que Amanda é sua musa, ele deveria saber”.

Travis disse em seu Instagram que não pode esperar para que todas as pessoas vejam o livreto que estará no álbum, com todas as imagens. Será que a foto de Amanda estará?

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.