Destaque Pop e Art Uncategorized

“Se permitem cis interpretar trans, deveriam chamar mais trans para interpretar cis”, diz Mj Rodriguez

mj
MJ Rodriguez, estrela da série Pose

As atrizes Mj Rodriguez e Indya Moore, que arrasaram como protagonistas da série Pose, da FX, falaram em entrevista à MTV News sobre representatividade trans e importância de artistas que são trans em interpretarem papéis que falem sobre as próprias vivências.

“Gênero é uma construção social, mas raça também é. E isso ainda não deixa ok mulheres brancas interpretarem mulheres asiáticas. Então não torna ok para pessoas cis interpretarem pessoas trans”, defende Indya, que destaca que há artistas trans capazes de contar histórias no geral.

Mj Rodriguez diz que muitos atores cis alegam que encaram interpretar personagens trans como uma maneira de se desafiar como ator. Ela sugere, portanto, que se abra mais oportunidades para que artistas trans também tenham o desafio como artistas de interpretarem personagens cis.

“Deveriam deixar nós nos desafiarmos e interpretar papéis cis. É algo que nós temos pedido há muito tempo, é algo que nós sempre fomos capazes de fazer porque nós entendemos a experiência de ser mulher”, defende.

A atriz diz que já chegou a interpreta papeis cis, mas que não foram muitos e nem com grande repercussão. “Eu quero interpretar mais. E eu ainda não tive a chance de interpretar esses papéis para maiores audiências. E se alguém consegue fazer isso, e interpretar nossos papéis, então eu acho que deveria ser permitido para nós interpretar papéis que nós somos mais confortáveis fazendo”.

Para Indya, “papéis cis” vão além daqueles cuja personagem se identifica com o gênero atribuído no nascimento, mas representam aqueles que visam contar outras histórias: “É apenas alguém interpretando um personagem e contando uma história que não tem nada a ver com sua identidade de gênero. Eu penso que nós só queremos contar histórias que não são sempre específicas sobre nossas experiências enquanto pessoas trans”.

Ela pondera dizendo que Pose – considerada a série que mais empregou artistas trans na história da TV – vai além de um relato sobre identidade de gênero. Ela aprofunda e traz outras narrativas. “É diferente nisso pois investiga por meio das experiências, mas também sobre família e amor, e o que é isso para nós por causa do jeito que as pessoas cisgêneras nos influenciam”.

indya
Indya Moore, a Angel da série Pose

A série, que terminou a primeira temporada no último mês, já tem a segunda temporada anunciada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.