Pop e Art Pride Uncategorized

Cher diz que relação com o filho Chaz Bono se fortaleceu após ele revelar ser homem trans

cher-chaz-bono-702x468 (1)

Aos 72 anos, a cantora Cher falou com sinceridade sobre a relação com o filho Chaz Bono, de 49, fruto do seu relacionamento com Sonny Bono (1935-1998). Segundo a artista, ícone da comunidade LGBT, eles tiveram que percorrer um caminho para superaram os medos e preconceitos.

Para quem não sabe, Chaz foi designado mulher ao nascer, mas se identifica com o gênero masculino e é um homem trans. A revelação de Chaz ocorreu em 2006, quando ele tinha 36 anos. Ao grande público, só ocorreu em 2011.

“Quando descobri, nós conversamos muito, mas depois ele não mencionou mais e eu meio que esqueci. Nenhuma das vezes foi fácil (quando Chaz contou que era lésbica e, depois, homem trans). E acho que o medo de perder minha criança falou mais alto da segunda vez. Eu pensei: ‘quem será que essa nova pessoa?’ Eu sabia quem ele era naquele momento e pensei que estaria perdendo meu filho se ele se tornasse outra pessoa”, admitiu a artista ao Pride Source.

Com o tempo, Cher percebeu que Chaz continuava sendo o seu amado filho de sempre – a mesma pessoa, com os mesmos ideais e valores; apenas mais feliz por vivenciar o gênero que se sente mais confortável. A relação, então, se tornou ainda mais forte do que era.

Cher diz que entende exatamente o que Chaz estava passando e passou a apoiá-lo, independentemente do que outras pessoas achariam. Disse ainda que se colocou no lugar dele para entender o que estava se passando: “Se eu acordasse amanhã no corpo de um homem, ia querer arrancar meus olhos. Então entendi que, se é uma sensação dolorosa para você, não importa o que os outros sintam ou pensem”, declarou.

Hoje, Cher diz: “Chaz está tão feliz agora e nos damos melhor do que nunca”.

MÃE CORUJA

Em 2011, durante a participação de Chaz no programa Dancing with the Stars (a Dança dos Famosos da TV norte-americana), Cher mostrou todo o seu lado coruja ao defender o filho de um jurado que disse que ele “parecia um pinguim tentando ser um grande pássaro ameaçador”. A artista declarou: “Chaz está lá para dar o seu melhor. Pode criticar o estilo de dança, os movimentos, mas não faça piada do meu filho na TV”.

Quando Chaz atuou na série American Horror Story, em 2017, Cher também foi ao Twitter fazer vários elogios ao filho: “Chaz, estou tão orgulhosa de você. Você é um artista talentoso. Vi sua mágica logo na primeira cena. Você é surpreendente. Mamãe”.

LGBTs A MOTIVAM

A artista disse ainda que se inspira muito na comunidade LGBT: “Sempre que estive triste, com coração partido, sempre me enche de esperança ver tantas pessoas fortes que acham que você vale a pena e te dão tanto valor”, declarou.

Vale dizer que Cher lançou um novo álbum com regravações do grupo Abba. Ela também está no filme Mamma Mia 2. E se tornou notícia no Brasil ao aderir ao movimento #EleNão, referente à reprovação das mulheres ao candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL), que é considerado um retrocesso aos direitos da população LGBT, de mulheres, negros e pobres.

BBNIrPr

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.