Realidade Uncategorized

Eleitores/as trans e travestis levam livro e camiseta “Ele Não” em 2º turno da eleição presidencial

eleitor1
Maria Laura, Gabriel Santos, Linda Brasil e Alexya Salvador

Milhares de brasileiros compareceram neste domingo (28), das 8h às 17h, para votar para governador do Estado e presidente do Brasil no segundo turno das eleições 2018. Nas redes sociais, eleitores e eleitoras trans e travestis compareceram em suas seções eleitorais fazendo manifestações silenciosas.

O NLUCON registrou o apoio em massa desta população a Fernando Haddad (PT) e repúdio a candidatura de Jair Bolsonaro (PSL), conhecido por lutar contra os direitos da população LGBT ao longo de sua carreira como deputado federal.

A professora e pastora Alexya Salvador, que também foi candidata a deputada estadual em São Paulo, foi votar com um livro na mão, Nossa Tribo, em referência ao candidato Fernando Haddad (PT), que é professor.

“Votei a favor da democracia, dos LGBT’s, dos pobres, dos negros, das mulheres, dos indígenas, dos direitos trabalhistas, de todas as composições familiares, das empregadas domésticas, do estado laico, pela educação sem mordaça, pela vida da minha família e tantas realidades que só uma nação democrática pode oferecer”, declarou.

Em Aracaju, Linda Brasil se dirigiu à zona eleitoral com o livro “Eu Trans – A Coragem de Existir”, escrito por João W. Nery, Amara Moira, Márcia Rocha e T. Brant. “Independentemente do resultado iremos sempre lutar, reagir, resistir e existir. O amor, a liberdade, a verdade, o respeito, a fraternidade e os direitos individuais, vão vencer”.

No Rio de Janeiro, Gretta Brunet foi com uma camiseta de Haddad e um livro na mão. Em Salvador, a psicóloga Ariane Senna votou com os livros “Travestis Brasileiras” e “Travestis na Escola”.

Em Fortaleza, a militante travesti Thina Rodrigues foi votar com adesivos 13 em seu corpo. No Piauí, a militante Maria Laura dos Reis também foi votar com vários adesivos, escritos o número 13 e as frases “O amor vai vencer o ódio” e “meu coração tem mania de amor”.

Confira a galeria: 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em Minas Gerais o massoterapeuta Gabriel Santos compareceu para votar com a camiseta “Ele Não”, manifestação que marcou as eleições no primeiro turno contra o candidato Jair Bolsonaro (PSL), conhecido por ser contra os direitos da população LGBT, das mulheres, dos indígenas e negros.

Já o militante João Hugo, que também esteve com adesivos de Haddad na seção de Salvador, escreveu: “Sou preto, sou homem trans, sou minoria, estou numa universidade particular, mas estou desfrutando de um projeto que foi implantado no governo do PT ( FIES, SISU, PROUNI), eu tenho pouquíssimos privilégios na sociedade quando coloco meus marcadores sociais em pauta, eu quero continuar a luta por direitos, quero que todos os nossos direitos sejam garantidos e que a gente não volte pra extrema pobreza! (…) Hoje votei consciente do meu papel de cidadão, hoje votei contra o ódio e o retrocesso”.

A atriz Julia Katharine, que faz parte do grupo de artistas trans que declararam apoio a Fernando Haddad (saiba quem são clicando aqui), foi votar em São Paulo com o livro “Segunda Queda”, de Ave Terra, em mãos. Ela disse que pensou nas artistas trans e travestis quando apertou o 13. “Em um país onde o Bolsonaro defende a exclusão da oposição e o extermínio da população trans, não tive dúvidas sobre como deveria ir a urna e me senti muito bem representada (…) O medo não vai me impedir de nada. Venha o que vier”.

Vale dizer que manifestações individuais e silenciosas são permitidas pelo Tribunal Regional Eleitoral, bem como adesivos, dísticos, broches, camisetas (usadas individualmente e não por um grupo de pessoas) ou bandeiras.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.