Beleza Pop e Art Pride Uncategorized

Fisiculturista trans Priscila Reiis é vice-campeã em competição com mulheres cis no RJ

priscila1

A carioca Priscila Reiis, de 26 anos, é mais a nova esportista que vem fazendo bonito e abrindo espaço para atletas que são trans. Ela é fisiculturista e participou em setembro deste ano do Mr Saquarema, em Saquarema, Rio de Janeiro, sendo a primeira mulher trans a concorrer ao lado de mulheres cis.

“Eu treino desde os meus 18 anos, sempre gostei de cuidar do corpo e ter uma melhor saúde. Sabia que qualquer pessoa poderia competir, basta ter foco e seguir uma boa dieta, mas só agora começaram a existir concursos com categorias para pessoas trans e que concursos gerais passassem a nos aceitar”, afirma ao NLUCON.

A vontade de competir ao lado de mulheres cis surgiu depois que ficou sabendo que um homem trans havia conquistado o direito de competir em uma categoria de homens cis. Foi então que ela foi atrás da IFBB- Rio (Federação Fluminense de Fisiculturismo e Fitness).

A Federação autorizou, mas fez algumas exigências: ela precisava ter o prenome e gênero retificados nos documentos oficiais e que a taxa de testosterona deveria ter menos de 10 nanomol. “Não existe nada de diferente na preparação. Seguimos uma dieta prescrita pelo profissional para o corpo que se encaixa no que a categoria pede”, conta.

Priscila diz que durante um tempo não gostava de malhar braços para que não tivesse uma aparência considerada masculina, mas que hoje pensa diferente. “Entendo que temos que ter uma harmonia corporal e que não dá para ter pernão e um braço fininho (risos)”.

priscila2

No dia do concurso, ela brilhou dentre seis mulheres divididas em duas categorias. “O palco me deixou tremendo. Mas foi minha primeira vez, né? Agora estou treinando bastante para melhorar minha presença no palco. As outras meninas só souberam (que eu sou trans) no final da competição,  quando fui apresentada como a primeira atleta trans do gênero feminino”.

Pelo segundo lugar, ela levou pra cara um troféu de prata. Agora ela se prepara para as próximas competições. “Quero continuar competindo, sim. Estou me preparando e logo mais terei novidades”, afirma.

Vale lembrar que Priscila já esteve em nosso site em 2012, quando foi finalista do concurso de Valesca Popozuda. Na época, ela era ela bem diferente e disputava o posto da nova dançarina da funkeira. Confira as mudanças de lá pra cá:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.