Globo de Ouro tem recorde de indicações com temática LGBT; Pose está entre elas

pose globo de ouro
Filme “Girl” e série “Pose” são indicados ao Globo de Ouro; na foto estão o ator cis Victor Polster e a atriz trans Mj Rodriguez

O Globo de Ouro 2019 teve sua lista de indicados pela Associação da Imprensa Estrangeira em Hollywood divulgada nessa semana. E entre os concorrentes, que vão de Pantera Negra à Nasce Uma Estrela, temos um recorde de indicações de séries e filmes com temática e personagens LGBT.

Dentre elas está a badalada série Pose, de Ryan Murphy, que apresentou em sua temática a vida das pessoas trans na Nova York dos anos 80. Ela também trouxe o maior elenco de artistas trans da história da TV, com destaque para as atrizes Mj Rodriguez, Dominique Jackson, Indya Moore e Angelica Ross.

A série é indicada como Melhor Série de TV, disputando contra “The Americans”, “Bodyguard”, “Homecoming” e “Killing Eve”. Pose ainda traz a indicação de Melhor Ator de TV (Billy Porter), que concorre com Jason Bateman, “Ozark”, Stephan James, Homecoming”, Richard Madden, “Bodyguard” e Matthew Rhys, “The American.

A imprensa comemorou a indicação, ressaltando que é a maior série com protagonistas trans a ser indicada na história do Globo de Ouro. Apesar disso, nenhuma das atrizes trans protagonistas foram indicadas e que nenhuma outra categoria contou com a presença de artistas trans.

Pose não é a única obra com temática trans a concorrer ao Globo de Ouro. Trata-se do filme belga “Girl“, de Lukas Dhont, indicado a Melhor Filme de Língua Estrangeira. A obra aborda a história de uma mulher trans de 15 anos que luta para se tornar uma bailarina profissional e lidar com padrões, transfobia e corpo. Detalhe: a protagonista do filme, Lara, é interpretada pelo ator cis Victor Polster.

Billy-Porter-pose-bb15-2018-pride-fea-cr-Sarah-Shatz-FX-billboard-1500 (1)
Billy Porter, de Pose, é indicado a melhor ator

OUTRAS SÉRIES LGB

A série The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story, que traz às telas um retrato do assassinato do estilista gay Gianni Versace, também é indicada a Melhor Série de TV. Ela tem indiações de Melhor Ator de Série de TV (Darren Criss), Melhor Ator Coadjuvante em Série de TV (Edgar Ramirez) e Melhor Atriz Coadjuvante de Série de TV (Penelope Cruz).

versace-darren-criss

Por conta de sua personagem bissexual em The Good Place, a atriz Kristen Bell concorre ao prêmio de Melhor Atriz em Série Musical ou Comédia. A série também disputa a categoria Melhor Série de TV Musical ou Comedia. Já o ator Ben Whishaw, que é gay na vida real, concorre a Melhor Ator pela atuação na série A Very English Scandal.

Vale dizer que a série Will & Grace, que conta com protagonistas gays e aborda a temática LGBT, teve uma indicação: Melhor Atriz de Série de TV Musical ou Comédia (Debra Messing). O mesmo vale para a série Killing Eve, que conta com personagens gays, concorre a Melhor Série de TV e Melhor Atriz de Série de TV (Sandra Oh).

FILMES LGB

O filme Bohemian Rhapsody, que retrata a trajetória pessoal e artística do cantor bissexual Freddie Mercury, vocalista da banda Queen, também é um dos indicados. Ele concorre a Melhor Filme de Drama e Melhor Ator de Filme de Drama (Rami Malek).

bohemian-rhapsody-017
Bohemian Rhapsody também está entre os indicados de Melhor Filme e Melhor Ator

O longa Favorita, de Yórgos Lánthimos, concorre em diversas categorias falando do amor entre mulheres: Melhor Filme Musical, Melhor Atriz de Filme Musical (Olivia Colman) e Melhor Atriz Coadjuvante (Emma Stone e Rachel Weisz, concorrendo juntas). O filme aborda o relacionamento e dramas da rainha Sarah Churchill (Rachel Weinz) com a Rainha Ana (Olivia) e a criada novata Abigail (Emma).

a-favorita-emma-stone-blog-cinema-news-1-1024x684
A Favorita concorre a Melhor Filme, Melhor Atriz e Melhor Atriz Coadjuvante

Boy Erased, drama que tem como protagonista um garoto gay que é internado em um centro de cura-gay pela família, está indicado nas categorias de Melhor Ator de Filme de Drama (Lucas Hedges) e Melhor Música para Filmes (Revelation, cantada pelo cantor Troye Sivan, que também é gay).

lucas_hedges-1050x600
Lucas Hedges concorre a Melhor Ator de Filme de Drama

O filme Can You Forgive Me, cuja história é baseada em fatos reais de dois amigos – gay e lésbica – que forjam e vendem cartas de celebridades mortas para ganharem dinheiro, obteve duas indicações: Melhor Atriz de Filme de Drama (Melissa McCarthy) e Melhor Ator Coadjuvante de Filme de Drama (Richard E. Grant).

MV5BODcyZTI1MDYtNmJhMi00ZGM4LWJkNGYtMWU4YjAwNjQ3ZjFmXkEyXkFqcGdeQWtlbGFyc2Vu._V1_UX477_CR0,0,477,268_AL_
Can You Forgive Me disputa prêmios de melhor atriz de filme de drama e melhor ator coadjuvante

O longa Crazy Rich Asians (Podres de Ricos) foi indicado a Melhor Filme Musical ou Comédia e Melhor Atriz de Musical ou Comédia (Constance Wu). O filme traz um personagem gay asiático no elenco.

Vale dizer ainda que Lady Gaga – cantora bissexual e ícone pop LGBT – concorre a Melhor Atriz no filme Nasce uma Estrela (A Star is Born). A obra ainda conta com a indicação de Melhor Filme de Drama, Melhor Ator de Drama (Bradley Cooper), Melhor Diretor de Filmes (Bradley Cooper) e Melhor Música para Filmes (Shallow).

nasce_uma_estrela-3887795591
Lady Gaga surpreendeu em “Nasce uma Estrela”

O QUE AS INDICAÇÕES REPRESENTAM?

O aumento de indicados com temáticas, personagens e artistas assumidamente LGBT evidencia os frutos que o ativismo LGBTQI+ vem colhendo na arte por meio de suas denúncias e levantamentos.

A ong GLAAD, responsável por divulgar os relatórios, informou que o número de personagens LGBT diminuiu em 2017 desde o crescimento a partir de 2012. Em 2017, dos 109 lançamentos dos sete maiores estúdios, apenas 14 (ou seja 12,8%) incluíram personagens LGBT. Ao divulgar o reletório, a ONG declarou que espera que haja o crescimento de 20% de personagens LGBT até 2021.

A inclusão sinalizaria o respeito pela diversidade, a pluralidade de pautas possíveis com a população LGBT (que pode ser muito mais ampla que apenas a discussão sobre orientação sexual e identidade de gênero) e o reconhecimento do talento de artistas LGBT, tendo oportunidades de trabalho e a possibilidade de concorrer em pé de igualdade com artistas héteros cisgêneros.

Como podemos ver, apesar de o Globo de Ouro ter no próximo ano um recorde de indicados com temáticas e personagens LGBT, ainda carecemos de artistas trans concorrendo a premiação nas categorias individuais (como melhor atriz, ator, música), ainda que tais produções com estas artistas estejam concorrendo.

Confira todos os indicados:

CINEMA
Melhor filme – Drama
“Infiltrado na Klan”
“Pantera Negra”
“Bohemian Rhapsody” (protagonista bissexual)
“If Beale Street Could Talk”
“Nasce uma estrela” (atriz B)

Melhor Filme – Musical ou Comédia
“Podres de ricos” (personagem LGBT)
“A Favorita” (personagens LGBT)
“Green Book: O Guia”
“O Retorno de Mary Poppins”
“Vice”

Melhor atriz de filme – Drama
Glenn Close, “The Wife”
Lady Gaga, “Nasce uma estrela” (atriz B)
Nicole Kidman, “Destroyer”
Melissa McCarthy, “Can You Ever Forgive Me?” (personagem LGBT)
Rosamund Pike, “A Private War”

Melhor ator de filme – Drama
Bradley Cooper, “Nasce uma estrela” (com atriz B)
Willem Dafoe, “At Eternity’s Gate”
Lucas Hedges, “Boy Erased” (personagem LGBT)
Rami Malek, “Bohemian Rhapsody” (protagonista bissexual)
John David Washington, “Infiltrado na Klan”

Melhor atriz de filme – Musical ou Comédia
Emily Blunt, “O Retorno de Mary Poppins”
Olivia Colman, “A favorita” (personagem LGBT)
Elsie Fisher, “Eighth Grade”
Charlize Theron, “Tully”
Constance Wu, “Podres de Ricos” (com personagem LGBT)

Melhor ator de filme – Musical ou Comédia
Christian Bale, “Vice”
Lin-Manuel Miranda, “O Retorno de Mary Poppins”
Viggo Mortensen, “Green Book: O Guia”
Robert Redford, “The Old Man and the Gun”
John C. Reilly, “Stan & Ollie”

Melhor diretor de filmes
Bradley Cooper, “Nasce uma estrela” (com personagem LGBT)
Alfonso Cuaron, “Roma”
Peter Farrelly, “Green Book: O Guia”
Spike Lee, “Infiltrado na Klan”
Adam McKay, “Vice”

Melhor atriz coadjuvante em filmes
Amy Adams, Vice”
Claire Foy, “First Man”
Regina King, “If Beale Street Could Talk”
Emma Stone, “A Favorita” (personagem LGBT)
Rachel Weisz, “A Favorita” (personagem LGBT)

Melhor ator coadjuvante em filmes
Mahershala Ali, “Green Book: O Guia”
Timothee Chalamet, “Beautiful Boy”
Adam Driver, “Infiltrado na Klan”
Richard E. Grant, “Can You Ever Forgive Me?” (personagem LGBT)
Sam Rockwell, “Vice”

Melhor roteiro para filme
Barry Jenkins (“If Beale Street Could Talk”)
Adam McKay (“Vice”)
Alfonso Cuaron (“Roma”)
Deborah Davis and Tony McNamara (“The Favourite”)
Peter Farrelly, Nick Vallelonga, Brian Currie (“Green Book: O Guia”)

Melhor filme em língua estrangeira
“Capernaum”
“Girl” (protagonista trans)
“Never Look Away”
“Roma”
“Shoplifters”

Melhor animação
“Os Incríveis 2”
“Ilha dos Cachorros”
“Mirai”
“WiFi Ralph: Quebrando a Internet”
“Homem-Aranha no Aranhaverso”

Melhor trilha original para filmes
Marco Beltrami, “Um lugar silencioso”
Alexandre Desplat, “Ilha de cachorros”
Ludwig Göransson, “Pantera Negra”
Justin Hurwitz, “O primeiro homem”
Marc Shaiman, “O retorno de Mary Poppins”

Melhor música para filmes
“All the Stars”, “Pantera Negra”
“Revelation”, Boy Erased (cantor gay)
“Girl in the Movies”, “Dumplin”
“Shallow”, “Nasce uma estrela” (com atriz B)
“Requiem for a Private War”, “A Private War”

TELEVISÃO
Melhor série – Drama
“The Americans”
“Bodyguard”
“Homecoming”
“Killing Eve”
“Pose” (com protagonistas trans)

Melhor série – Musical ou Comédia
“Barry”
“Kidding”
“The Good Place” (personagem bissexual)
“The Kominsky Method”
“Marvelous Mrs. Maisel”

Melhor série limitada ou filme para TV
“The Alienist”
“The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story” (protagonista gay)
“Escape at Dannemora”
“Sharp Objects”
“A Very Englisch Scandal”

Melhor ator em série – Musical ou Comédia
Sascha Baron Cohen, “This is America”
Michael Douglas, “The Kominsky Method”
Donald Glover, “Atlanta”
Bill Hader, “Barry”

Melhor atriz em série – Musical ou Comédia
Kristen Bell, “The Good Place” (personagem bissexual)
Candice Bergen, “Murphy Brown”
Alison Brie, “Glow”
Rachel Broshnahan, “The Marvelous Mrs. Maisel”
Debra Messing, “Will & Grace” (com personagens LGBT)

Melhor atriz em série – Drama
Caitriona Balfe, “Outlander”
Elisabeth Moss, “The Handmaid’s Tale”
Sandra Oh, “Killing Eve”
Julia Roberts, “Homecoming”
Keri Russell, “The Americans”

Melhor ator em série – Drama
Jason Bateman, “Ozark”
Stephan James, Homecoming”
Billy Porter, “Pose” (personagem gay em série com protagonistas trans)
Richard Madden, “Bodyguard”
Matthew Rhys, “The Americans”

Melhor ator em série limitada ou filme para TV
Antonio Banderas, “Genius: Picasso”
Daniel Bruhl, “The Alieniest”
Darren Criss, “The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story” (protagonista gay)
Benedict Cumberbatch, “Patrick Melrose”
Hugh Grant, “A Very English Scandal” (ator gay)

Melhor atriz em série limitada ou filme para TV
Amy Adams, “Sharp Objects”
Patricia Arquette, “Escape at Dannemora”
Connie Britton, “Dirty John”
Laura Dern, “The Tale”
Regina King, “Seven Seconds”

Melhor ator coadjuvante em série, série limitada ou filme para TV
Alan Arkin, “Kominsky Method”
Kieran Culkin, “Succession”
Edgar Ramirez, “The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story” (protagonista gay)
Ben Whishaw, “A Very English Scandal”
Henry Winkler, “Barry”

Melhor atriz coadjuvante em série, série limitada ou filme para TV
Alex Bornstein, “The Marvelous Mrs.Maisel”
Patricia Clarkson, “Sharp Objects”
Penelope Cruz, “The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story” (protagonista gay)
Thandie Newton, “Westworld”
Yvonne Strahovski, “O conto de Aia”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.