Pride Uncategorized

Viúvo, pai se caracteriza de “pãe” para festa do Dia das Mães da filha em escolinha de GO

daniel

O investidor em startups Daniel Correa, 33 anos, se viu diante de um pedido inusitado da filha Luna, de 5 anos. Ela queria que ele fosse vestido de mãe na festinha de Dia das Mães no colégio, em Goiânia. Seria a primeira vez, em dois anos, que a pequena participaria da comemoração, após a mãe Stella Noleto morrer por complicações de Lúpus.

“Todo Dia das Mães é extremamente delicado para ela. Mas dessa vez ela falou: ‘Papai, estamos ensaiando uma música para o Dia das Mães, mas eu não tenho mamãe. Minha mãe foi morar com Papai do Céu. Foi então que ela me pediu que eu fosse a mamãe dela por um dia na festa”, declarou ao G1.

Daniel tentou convencer a filha para que a mãe fosse representada pela avó ou a tia, mas não teve jeito. Ele apareceu na escola de peruca loira e barba rosa, exatamente como o pedido da filha, na quinta-feira (09). Ele também vestiu um vestido da mãe, salto e batom. Toda a montação contou com a ajuda da irmã e ele diz que fez tudo isso porque ama demais a filha.

Segundo ele, a reação de Luna foi “impagável”. “Ela riu, impressionada e admirada, e disse que me amava. Mas não deixou de reparar o batom borrado! Foi impagável a reação dela”, declarou. A pequena concordou: “Foi engraçado porque ele passou batom um pouquinho errado e ficou borrado. Meu papei ficou meio lindo de mamãe, mas depois que tirou a roupa de mamãe ficou bonito”.

Daniel conta que sempre foi verdadeiro com a filha em relação a morte da mãe. “Sempre tentei fazer com que esse processo de perda fosse mais natural possível, uma movimentação natural da vida. Óbvio que, como criança, ela sempre questionou, mas eu dizia que a mãe dela estava em outro plano e que um dia nós iríamos nos encontrar. Ela sempre compreendeu”.

Na confraternização, o pai chegou a fazer uma atividade manual com a filha e enfeitou a letra S, em homenagem a mãe. Nas redes sociais, ele também marcou o perfil da mãe, que também fazia declarações de amor e afeto a filha. Colegas, funcionários e outras mães se emocionaram com o momento de muita sensibilidade, afeto e amor.

“O que eu quis foi impactar, porque o Dia das Mães sempre foi muito dolorido para ela, mas dessa vez queria que fosse lembrado de uma forma diferente, porém um pouco engraçada”, declarou.

pai-roupa (1)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.