Ir para conteúdo

Aos 81 anos, Elza Soares receberá título Honoris Causa da UFRGS

Elza Soares1
Elza Soares (Foto: Pedro Dimitrow / Joyce Pascowitch)

A cantora Elza Soares receberá aos 81 anos o título Honoris Causa da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Trata-se de uma honraria concedida por universidades a pessoas que se destacaram em sua área de atuação e que a honraram, sendo consideradas referências e mestras pelo conjunto da obra, mesmo sem formação acadêmica, doutorado ou mestrado.

No caso, Elza tem mais de 60 anos de carreira, 35 álbuns gravados e é uma das maiores cantoras da história da música brasileira, sendo reconhecida pela BBC de Londres como a Melhor Cantora do Milênio, em 1999. A voz rasgada e cheia de sentimento já surpreendeu Louis Armstrong e o espírito combativo é a voz para os direitos das mulheres, negros, pessoas LGBT, bem como as músicas A Carne, Maria da Vila Matilde e Deus é Mulher.

A história de vida já passou diversas montagens no teatro, documentários e biografias. Evidenciam aprendizados de uma época, a força para driblar as mazelas e violências e a busca para se destacar num cenário artístico com raras possibilidades. Contam desde um casamento forçado aos 11 anos, uma gravidez aos 12, a morte de seu filho pela fome, a busca para se tornar cantora, o arrebatador e conturbado romance com o jogador Garrincha e sua consagração musical.

Dentre as histórias marcantes está a primeira participação, em um concurso de calouro da Rádio Tupi. O apresentador Ary Barroso tirou sarro da maneira humilde em que estava vestida. “De que planeta você veio?”, perguntou ele. Elza respirou fundo e soltou: “Do planeta fome”. Nunca mais saiu dos palcos. Com 81 anos, a cantora continua na ativa. Ela roda o Brasil com o show “Deus é a Mulher”, sempre lotados e aplaudidos. O álbum “A Mulher do Fim do Mundo”, de 2015, recebeu Grammy Latino o prêmio de Melhor álbum pela Associação Paulista de Críticos de Artes (APCA).

Vale dizer que o momento é histórico, uma vez que se trata da primeira honraria concedida pela UFRGS a um músico. A proposição foi feita pelo Departamento de Difusão Cultural da UFRGS em conjunto com o Instituto de Artes. Elza também se torna a primeira cantora negra brasileira da história a receber o título Honoris Causa e a segunda cantora da história. A primeira foi Maria Bethania pela Universidade Federal da Bahia, em 2016.

A entrega do título ocorrerá no dia 26 de maio às 20h, no Salão de Atos. O público poderá conferir o momento, cujos ingressos serão distribuídos a partir do dia 20 de maio, das 9h às 18h, na recepção do Centro Cultural da UFRGS. Elza também vai conversar com o público e lançar a biografia Elza, escrita por Zeca Camargo.


Acredita que o jornalismo é uma importante ferramenta contra o preconceito?

Apoie o site independente NLUCON e contribua com o financiamento coletivo para quitar os gastos com a produção de notícias, entrevistas e vídeos. Sua colaboração é fundamental para a existência desse site. Clique aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: