Ir para conteúdo

Thales Alves revela se voltaria ao MasterChef ou cozinharia para Bolsonaro

Por Neto Lucon

Thales Alves respondeu em entrevista exclusiva ao NLUCON (versão indelicado) se toparia participar novamente do MasterChef, que terá uma edição All Star – A Revanche exibida pela Band em outubro. Segundo o chef de cozinha, que roubou a cena na versão Profissionais em 2018, a resposta é…  

“Eu voltaria em uma edição do (MasterChef) All Star”, declarou o ex-participante. “Agora fica a pergunta para vocês. Qual papel eu teria? Será o vilão do show dos vilões ou será a volta dos que não foram”, questiona. A lista com os nomes ainda não foi divulgada, mas já vale a torcida para a entrada do cozinheiro.

Vale lembrar que Thales fez história ao ser o primeiro homem trans a participar de um reality show no Brasil. Ele também marcou a atração por ter muito talento, sendo elogiado diversas vezes pelos jurados, e por ostentar um humor ácido e de muita personalidade, causando debate entre os telespectadores.

No bate-papo, Thales também falou sobre os bastidores do programa. Mas se esquivou ao falar se o programa é roteirizado.”Eu não acho nada (risos).O MasterChef tem personagens. É o que eu posso falar”, declarou ele, salientando que os jurados Paola Carosella, Henrique Fogaça e Érick Jacquin são justos, mas que dão a entender que não falam exatamente tudo o que querem.

“Coisa que todo mundo vê, os jurados têm ponto no ouvido. E quem tem ponto no ouvido? Alguém que escuta outra pessoa falando”, limitou-se a dizer.

PRATO PARA A RAINHA DA INGLATERRA E BOLSONARO

O chef de cozinha declarou quais pratos faria caso fosse chamado para um jantar oferecido à Rainha Elizabeth II e outro para o presidente do Brasil Jair Bolsonaro. “Para a Rainha da Inglaterra eu faria uma prato autoral. O que eu gosto é disso: participar dos momentos com as pessoas. Antes de fazer o evento, eu faço uma entrevista para que o jantar seja a cara das pessoas”.

Já para Bolsoaro, Thales afirma inicialmente que aceitaria o convite, já que “todo mundo tem um preço e que gratidão não paga boleto”. Depois, refletiu: “(Eu prepararia) algo que não tenha veneno. Porque o medo de cozinhar para político é esse. Ele quer mostrar um programa, chama o chef trans para fazer comida e o bicho morre. Eu não aceitaria pelo medo do que poderiam fazer comigo”.

Na entrevista em vídeo, Thales ainda revela a pior nojeira que já presenciou em uma cozinha, o que faria se alguém roubasse seus chocolates fora das câmeras e o que procura em sites adultos.

Assista o vídeo abaixo:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: