Ir para conteúdo

Alba Flores brilha como cigana, lésbica e presidiária em Vis a Vis

Por Neto Lucon

Você certamente conhece Alba Flores como a Nairobi de “A Casa de Papel”. Mas outro papel vem chamando atenção dos fãs da atriz espanhola: Saray, uma cigana, lésbica e presidiária de “Vis a a Vis”, também disponível na Netflix. Com quatro temporadas, a série da FOX é um prato cheio para quem gostou do trabalho anterior e quer algum déjà vu de Orange is The New Black.

Vis a Vis trata-se de um drama que tem como fio condutor a história de Macarena Ferreiro (Maggie Civantos), que é presa após ser enganada pelo patrão e amante a cometer crimes fiscais. Ela conhece o sistema penitenciário espanhol e se depara com mulheres pra lá de interessantes, resistentes, fortes, sensíveis e perigosas.

Dentre elas, está Saray. A personagem tem 25 anos e, na primeira temporada, foi condenada a quatro anos de prisão por homicídio. No início, é apresentada como uma apaixonada abusiva por Estafanía Kabila (a Cachinhos, vivida por Berta Vázquez), com quem teve um romance no passado, mas que não aceita o término. Tudo fica pior quando Cachinhos se apaixona por Macarena.

Em meio ao amor não correspondido, Saray enfrenta as crises de impulsividade, o preconceito da comunidade cigana por ser lésbica e a pressão dos pais para se casar com um homem a quem havia sido prometida quando jovem dentro do presídio.

Ela encontra apoio na perigosíssima Zulema (Najwa Nimri), com quem faz de tudo para fugir da prisão, e por esse motivo muitas vezes está a um passo de se tornar vilã. Em outros momentos demonstra ter ética e sensibilidade, como não apoiar que se faça mal a crianças, afinal elas são “sagradas”. Além de proporcionar momentos leves, bem quando canta e dança, ressaltando a cultura cigana.

Sendo assim, com o passar das temporadas, Saray vai se tornando uma das personagens mais cativantes e necessárias da série.

Em entrevista, Alba declarou que Saray foi uma das personagens marcantes de sua carreira e que todas as gravações foram feitas com extrema dedicação e muito trabalho. “Uma série que achei deliciosa trababalhar e que me fez sentir muita paixão. Nos tornamos uma pequena família, com toda a equipe, direção, todos nós temos sido um”, declarou ela, ressaltando a torcida para que Saray tenha um amor correspondido e que consiga ter algumas vitórias.

Não assistiu ainda? Dê uma oportunidade a Vis a Vis.

Categorias

Pop e Art

Tags

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: