Ir para conteúdo

“O mundo está mudando”, diz Mauricio de Sousa sobre incluir personagens gay e trans

Por NLUCON

Desde que uma foto do cartunista Mauricio de Souza, o filho Mauro e o genro Rafael Piccin circulou nas redes sociais (lembre aqui), muita gente passou a especular se a Turma da Mônica poderia em algum momento ter um personagem gay ou trans. E parece que o cartunista de 83 anos passou a cogitar, sim, ver um personagem LGBT em alguma de suas turminhas.

Mauricio afirma em entrevista à BBC News que o personagem ainda não está sendo criado, mas que “sem dúvida” ele vai acontecer em algum momento. “Essa possibilidade depende dos nossos leitores aceitarem numa boa, sem haver nenhum tipo de comoção. Vai ser na hora e no tempo certo”, afirmou o cartunista.

A resposta difere da que ele deu anteriormente, inclusive ao NLUCON em 2007, quando defendeu que o país ainda não estava pronta para um personagem LGBT. Ele afirma, contudo, que não mudou de ideia, mas que “o mundo está mudando”. “Veja as marchas que estão acontecendo com pessoas assim cada vez mais aceitas e compreendidas e participando de uma revolução social”, declarou.

O filho Mauro, que é diretor de espetáculos, parques e eventos da Mauricio de Sousa Produções, declarou que o personagem está nos planos futuros e que vem conversando há alguns meses sobre ele. “Mas ainda é algo bem cru e que estamos planejando bastante para entender como seria, de que turma faria parte, como seria divulgado”, disse.

Rafael, Mauricio e o filho Mauro: união, acolhimento e respeito

À Marie Claire, Mauro declarou que dentro dos valores da Maurico de Sousa Produções está o respeito às diferenças, à diversidade, à amizade, ao amor. “Há 60 anos é assim, e falar sobre personagem gay, para mim, é muito importante, assim como ter outros personagens com outras características”, explica.

O fato é que cada vez mais a Turma da Mônica está atenta em contemplar populações que historicamente nunca estiveram representadas em gibis. Atualmente, são 440 personagens, incluindo personagens com necessidades especiais, bem como Edu (distrofia muscular), Tati (síndrome de Down) e Luca (cadeirante).

Outro avanço foi a criação da personagem Milena e sua família, que se tornou o primeiro núcleo de personagens negros a ser protagonista.

Sobre a inclusão não ter vindo antes com tanta veemência, Mauricio diz que se “distraiu” por um tempo e se esqueceu que na sua própria turminha de crianças em Mogi das Cruzes ele tinha amigos com deficiencia e de outras etnias. “Por que não incluir se isso faz parte da vida de todo mundo? E não vai parar por aqui”, garantiu.

Ela frisou que, para a criação dos novos personagens, há um vasto trabalho de pesquisa e consulta para não incorrer a erros e até preconceitos sem querer. Mauricio disse ainda que tamanha preocupação com a narrativa não se trata de se curvar ao politicamente correto, mas de ter responsabilidade e de treinar a criatividade.

“Se não pode usar uma palavra ou situação por causa do politicamente correto, busca outro caminho. Um criativo não pode se acovardar nem fugir dos desafios. Se a sociedade muda ou proíbe ou acha esquisito isso e aquilo, a gente faz de outro jeito”, defendeu.

Por fim, ele disse que a receptividade tem sido bastante positiva com todos os novos personagens. “Recebemos várias mensagens de pessoas dizendo que agora estavam se sentindo representadas pela Turma da Mônica. Isso é lindo”, afirmou um dos maiores cartunistas do país, que continua acompanhando as mudanças do mundo. É aguardar…

Há duas semanas, Mauricio de Sousa se posicionou contra a tentativa de censura do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, sobre uma história em quadrinho com um beijo gay, na Bienal do Livro.

Nas redes sociais, ele publicou: “Contra a censura, a favor da liberdade de expressão e do respeito”.

No evento, ele chegou a dizer que teme que a situação ocorra novamente: “Se esse tipo de conduta pega, e não tiver um basta, não vamos entrar num tempo de trevas de novo na área da criação e liberdade de expressão”.

Categorias

Pop e Art, Pride

Tags

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: