Ir para conteúdo

Sam Smith revela ser pessoa não-binária e pede para ser tratade com linguagem neutra

Por NLUCON

Destaque no pop britânico, Sam Smith, 27 anos, divulgou nas redes sociais que não quer mais ser referide como “he” (ele) ou “she” (ela). Sam agora declarou em suas redes sociais que quer ser tratade pela linguagem neutra, utilizando “they / them”, pronomes adotados por pessoas não-binárias na língua inglesa.

Vale lembrar que em março deste ano, Sam declarou que se identifica como pessoa não-binária. “Eu não sou homem nem mulher. Eu acho que flutuo em algum lugar no meio – um pouco no espectro”, disse aos fãs. Em entrevista, Sam disse que quando escutou as palavras não-binário e gênero queer, e leu essas pessoas falando sobre o assunto, pensou: “f*ck – sou eu”.

Sobre as mudanças no tratamento, Sam admitiu que estava muito ansiose com o que as pessoas poderiam pensar, mas apesar de a maioria apoiá-le nas decisões, u artiste resolveu ligar o “foda-se” para eventuais contratempos. “Decidi mudar meus problems para they / them depois de uma vida em guerra com meu gênero. Decidi me abraçar por quem eu sou, por dentro e por fora”.

No Brasil, não há um consenso sobre a padronização da linguagem neutra para pessoas não binária. Em muitos espaços substitui-se os artigos “a” e “o”, historicamente ligados ao masculino e feminino, com “e” ou “i”: bem como “cansade”, “iludide”, corajose”. Anteriormente, era comum utilizar o “x” ou “@” no lugar do artigo, mas se questiona o som das atribuições na língua falada.

Nas redes sociais, Sam pediu que os fãs tenham paciência e que pelo menos tentem tratá-le na linguagem neutra. “Eu entendo que haverá muitos erros e dúvidas, mas tudo o que peço é que vocês, por favor, tentem. Espero que vocês possam me ver como eu me vejo agora. Obrigado. Amo todos vocês. Estou assustade, mas me sinto super livre agora. Seja gentil”.

No post, admitiu que não está em um momento totalmente engajade sobre o que significa ser pessoa não-binária, mas que não pode esperar o dia para quando estiver. “Então, por enquanto, eu só quero ser visível e aberto. Se você tiver dúvidas e se perguntar o que tudo isso significa, tentarei explicar melhor”, escreveu, marcanto também outres ativistes da comunidade não-binária que ajudaram no próprio compreendimento da identidade para ajudar os seguidores.

Sam venceu quatro Grammy Awards, um Globo de Ouro, um Óscar e três BRIT Awards.

Categorias

Pop e Art, Pride

Tags

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: