Ir para conteúdo

Como foi erguer a bandeira trans na II Parada do Orgulho LGBT de Santos

Por Naomi Maratea

No dia 29 de setembro de 2019, ocorreu a 2a Parada do Orgulho LGBT de Santos, no litoral de São Paulo. O tema deste ano foi “50 anos de Stonewall. Amar! Viver! Lutar!”, em homenagem ao aniversário de 50 anos da revolta de Stonewall que fomentou o debate político acerca dos direitos LGBT+. A Parada contou 13 empresas parceiras e a presença de sete mil pessoas.

A concentração ocorreu a partir do meio-dia na Praça José Bonifácio. O trio elétrico, enfeitado por balões coloridos e animado pela drag queen performer Tchaka, ao lado de outras drags, seguiu, por volta das duas da tarde, pelas ruas Brás Cubas, Avenida João Pessoa e Dom Pedro II até chegar à praça Mauá. Foi uma verdadeira explosão de cores e diversidade na cidade.

Além do sucesso da Parada de Orgulho LGBT, Santos também contou com a 8a Semana da Diversidade. Todos os dias, aconteceram atrações culturais voltadas para a conscientização e representatividade LGBT. Dentre essas atividades, houve exposição de fotos (de nome “COM MUITO ORGULHO”), painéis e rodas de conversa sobre adoção homoafetiva, acolhimento de mães, pais e população LGBT, visibilidade trans, saúde reprodutiva e conscientização acerca de HIV.

Também houve ateliês abertos de costura, cursos de Drag Queen e performance e uma orientação jurídica realizada por advogadas voluntárias do IBDFAM (Instituto Brasileiro do Direito de Família) voltada a ajudar pessoas LGBT e amigos e familiares que possuíam dúvidas sobre seus direitos. Prova de que é possível conciliar festa, ativismo e debates sociais, políticos e culturais extremamente relevantes para a população LGBT.

LEVANTEI A BANDEIRA TRANS

Por conta de cobrir o evento representando o site NLucon e também por ser membro da Comissão Municipal da Diversidade Sexual de Santos, tive a oportunidade e o privilégio de estar no alto do trio elétrico enquanto a colorida passeata ocorreu pelo centro da cidade. Foi uma experiência inédita e muito significativa para mim.

Lá de cima, pude ver incontáveis sorrisos e pessoas sendo elas mesmas. Pessoas que talvez estivessem sorrindo justamente pois era aquele o único dia e local em que se sentiam completamente confortáveis para serem elas mesmas. Isso reforça a ideia de que as Paradas ainda hoje se fazem necessárias.

Como uma pessoa transexual, levei lá para cima uma pequena bandeira com as cores trans (azul, rosa e branco) e a balancei durante o percurso todo. Dessa forma, atrai muitos olhares, especialmente o de pessoas trans. Interagi com muitas pessoas que carregavam bandeiras trans como a minha lá embaixo e vibramos orgulhososde nossas lutas e conquistas. Percebi o brilho no olhar daqueles que me viam balançando alegremente a bandeira que também os representam.

Se estivesse lá embaixo, iria ter amado ver alguém com a bandeira que me representa lá no alto. Como tive o privilégio de estar lá a trabalho, fiz questão de conceder isso para aqueles que são como eu, da minha comunidade, que dividem nossa história e que estavam no chão. Isso não significa que há qualquer juízo de valor sobre quem está no chão ou em cima do trio, mas que é positivo ocupar todos os espaços e manter o olhar afetuoso e a bandeira trans levantada.

Sei que este foi apenas um pequeno momento que não mudou nada no grande curso das coisas, mas sentir que eu estava, só um pouquinho, exercendo representatividade trans fez com que eu me sentisse importante, fez com que eu ficasse feliz e fez eu me sentir ainda mais unida com a minha comunidade. A luta e resistência LGBT não deve parar nunca, pois o lado de qualquer batalha que se arma com amor está fadado a vencer.

“Percebi como me olhavam balançando alegremente a bandeira que nos representam”.

Categorias

Eventos, Pride

Tags

Naomi Maratea Ver tudo

Advogada, Ativista e Voluntária. Dançarina de Pole Dance. Eterna estudante e eventual escritora.

Um comentário em “Como foi erguer a bandeira trans na II Parada do Orgulho LGBT de Santos Deixe um comentário

  1. GENTE FIQUEI PASSADO COM A 2ª PARADA LGBTI SANTOS 29-09-2019 !
    ATÉ SEI QUE A CIDADE DE SANTOS É DO ( ARMÁRIO ) AINDA E QUE AOS POUCOS VAI SE REDESCOBRINDO !
    PELO FATO ACHEI QUE O PUBLICO SERIA PEQUENO E QUE UMA MEGA PRODUÇÃO ESTAVA SENDO FEITA PARA A REALIZAÇÃO DA PARADA-SANTOS 2019 !
    ACOMPANHEI DE PERTO A 8ª SEMANA DA VISIBILIDADE SEXUAL UM MAR DE INFORMAÇÕES DO MUNDO LGBT !
    PARABÉNS PALESTRANTE TAIANE MIYAKE POR TUDO !!!
    A MAIOR PARADA LGBT DO LITORAL DE SP 2019 !!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: